segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

PÍLULAS

Publicidade

Governadores na berlinda

terça-feira, 10 de março de 2015

A PGR vai pedir a abertura de inquérito para apurar o envolvimento dos governadores Luiz Fernando Pezão (RJ) e Tião Viana (AC) no esquema da Lava Jato. Os dois foram citados em delações premiadas de Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef. Os pedidos serão feitos ao STJ. A decisão caberá ao ministro Luis Felipe Salomão, que está prevento. E isso se dá porque o regimento interno do STJ fixa a competência da Corte Especial, a qual Salomão integra, para processar e julgar os governadores dos Estados e do DF (seção III, art. 11).

Sorria, você está sendo filmado !

A movimentação na 2ª turma do STF será intensa nos próximos meses por conta da Lava Jato. Vale lembrar, porém, que o regimento interno do Supremo reserva para o plenário da Corte a competência para processar e julgar os presidentes do Senado e da Câmara. Ou seja, se se tornarem réus, Renan e Cunha estarão na TV Justiça (art 5º, atualizado pela emenda regimental 49/14).

Quem é quem

Diante das competências, é bem o momento de rever quem são os juízes que vão julgar cada um dos réus, nas diferentes instâncias da Lava Jato.

Start

O ministro Teori enviou ontem à PF as autorizações de diligências solicitadas pela PGR.

Lava Jato - Depoimentos

O STF disponibilizou ontem trechos de depoimentos prestados pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e pelo doleiro Alberto Youssef nos acordos de delação premiada firmados no âmbito da Lava Jato. Entre informações a respeito do funcionamento do esquema e divagações sobre o prato do dia, Costa teria revelado que ele e outros presos da operação utilizaram celular e fizeram uma boquinha especial na carceragem da PF em Curitiba. No menu degustação, costela assada.

Vindicta

No seu Twitter, Eduardo Cunha disse que a confirmação de que a PGR tinha pedido a abertura de inquérito contra ele terá a devida resposta assim que ele tiver conhecimento do conteúdo. Foi o que bastou para um seguidor avisá-lo de que um advogado, com a devida aprovação no exame de Ordem, poderia ajudar S. Exa. Para quem não se lembra, Cunha tem como bandeira extinguir o exame de Ordem.

Hora do Brasil

O Senado Federal virou ontem uma delegacia de Polícia. Os senadores, um a um, a começar por Collor, faziam suas defesas prévias. Em todas as falas, críticas ao procurador-Geral da República. Collor chegou a dizer que há um grupelho instalado no parquet Federal. No frigir dos ovos, o alvo foi a pessoa do procurador, não o teor das acusações. Sarney teria dito que se trata de uma vingança do procurador Nicolao Dino por tê-lo vetado para o CNMP. Eduardo Cunha reclamou do fato de Delcídio Amaral não estar na lista. Em suma, tergiversou-se.

Direto da Redação

Era alta madrugada quando uma confusão dos diabos ocorreu na redação deste vibrante matutino da mídia. Um dos repórteres chegou, com céu ainda estrelado, perguntando sobre o sr. Rodalberto, vetusto integrante da Casa. O companheiro de bancada, sem perceber a indiscrição, respondeu : está no Lava Jato. Oh ! Exclamaram todos. Oh ! Foi o que bastou para o boato subir e descer os andares, pular pelos prédios do parque gráfico e chegar ao suntuoso gabinete de nosso amado Diretor. Por sorte a explicação também foi veloz. É que sr. Rodalberto, tendo adquirido um novo automóvel, passou no posto de combustível que fica dentro do conjunto de prédios desta redação para abastecimento da frota migalheira, e aproveitou para dar uma polida no veículo. Nosso amantíssimo líder, ao saber do mal entendido, deliberou punir com 50 chibatadas quem, na próxima vez, propalar falsos boatos neste poderoso rotativo.

Atualizado em: 10/3/2015 09:30