Alberto Talma

Alberto Talma

Migalheiro desde novembro/2019.
Legados digitais e proteção de dados post mortem
Migalhas de Peso
25/11/2019

Legados digitais e proteção de dados post mortem

Alberto Talma Catão Quirino
Parece que o instituto do legítimo interesse do tratamento de dados pode oferecer uma saída para o problema no Brasil, haja vista não haver disposição expressa que impeça a aplicação da LGPD aos dados pessoais de quem já veio a óbito