Cássio Schubsky

Cássio Schubsky

Migalheiro desde julho/2008.
O pedestre na mão
Migalhas de Peso
30/7/2008

O pedestre na mão

As eleições municipais estão se aproximando, e a mobilidade -talvez fosse melhor dizer a imobilidade- desponta entre os temas prediletos das candidatas e dos candidatos à Prefeitura de São Paulo (e, certamente, de outras metrópoles Brasil afora).
Pérolas de Rosa
Migalhas de Peso
4/7/2008

Pérolas de Rosa

João Guimarães Rosa, que, por esses dias, teria completado cem anos, é tido por autor complicado, obscuro, ininteligível. Enfim, sofre com o estigma de texto "difícil". Amado pelos peritos literários, dá pavor no simples leitor.
Um democrata emérito
Migalhas de Peso
27/9/2007

Um democrata emérito

O livro ESTADO DE DIREITO JÁ – os trinta anos da Carta aos Brasileiros, lançado, em 8 de agosto passado, no Salão Nobre da Faculdade de Direito da USP, vem obtendo enorme repercussão na mídia, com muitas reportagens, entrevistas, resenhas e comentários em sites, jornais, revistas, emissoras de rádio e televisão. Ocorre, contudo, que alguns poucos artigos cometeram, a meu ver, o descuido de superestimar certas passagens que na obra não mereceram mais do que simples notas de rodapé. E colocaram em xeque o valor da trajetória de Dalmo de Abreu Dallari – uma das 23 personalidades que deram depoimentos para o livro. Tais resenhas jornalísticas questionam o papel do professor Dalmo na resistência democrática.
Tesouro histórico soterrado
Migalhas de Peso
6/7/2007

Tesouro histórico soterrado

A Campanha “Doe Ouro para o Bem de São Paulo” é um episódio relevante da História do Brasil. Mas ficou sempre relegada a segundo plano pela historiografia, a notas de rodapé, ao limbo. Há, sem exagero, várias centenas de livros escritos sobre a Revolução Constitucionalista de 1932. Sobretudo relatos do front, dos chamados heróis de guerra. Já sobre a Campanha do Ouro, nada, ou quase nada. É, no mínimo, intrigante...
Em Machado de Assis, Direito é crítica social
Migalhas Quentes
21/6/2014

Em Machado de Assis, Direito é crítica social

...vida e na obra de Machado de Assis, coautoria do historiador Cássio Schubsky (in memorian) e do editor deste informativo, Miguel Matos. De fato, a assertiva dá notícia de algo visível na vasta obra do Bruxo do Cosme Velho, que ao retratar a sociedade carioca de sua época, não ignorou o bacharel em direito - suas histórias mostram advogados, magistrados, diplomatas -, tampouco as questões jurídicas de seu tempo, centradas sobretudo no direito de propriedade. Assim, institutos jurídicos como o testamento e as disposições de vontade adquirem caráter determinante em suas tramas, e ao...
MIGALHAS nº 2.785
Informativo Migalhas
3/1/2012

MIGALHAS nº 2.785

...remete-nos a outra perda prematura de 2011 : do historiador Cássio Schubsky, aos 45 anos. Ambos eram empreendedores e ligados ao meio jurídico e, sobretudo, ao Largo S. Francisco. Ademais, ambos faziam a intersecção do Direito com a literatura, um no jornalismo e o outro na história. (Clique aqui) Baú migalheiro Há 179 anos, no dia 3 de janeiro de 1833, decreto imperial estabeleceu o Regulamento das Relações do Império. Deviam compor-se de 14 desembargadores ficando adidos os excedentes. Os recursos seriam julgados por todos os desembargadores, achando-se presentes cinco pelo...
MIGALHAS nº 2.567
Informativo Migalhas
9/2/2011

MIGALHAS nº 2.567

...infarto fulminante ceifou ontem a vida do historiador paulista Cássio Schubsky. Formado em História pela PUC/SP (Turma de 1990) e Direito pelas Arcadas (Turma de 1991), Cássio Orbez Schubsky realizou vários trabalhos ligados à memória do Direito. Foi coautor, organizador ou editor de obras que contaram a história do Centro Acadêmico XI de Agosto, da AASP, da Apamagis, da PGE/SP, da elaboração da Carta aos Brasileiros, de Machado de Assis, de Clóvis Beviláqua, de Castro Alves, entre outras. Personalidade irrequieta, estava sempre empreendendo algo novo sobre o velho, como se o tempo...
Resultado do sorteio da obra "Advocacia Pública – apontamentos sobre a História da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo"
Migalhas Quentes
9/4/2009

Resultado do sorteio da obra "Advocacia Pública – apontamentos sobre a História da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo"

Sorteio de obra Migalhas tem o privilégio de sortear a obra "Advocacia Pública – Apontamentos sobre a História da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo" (Imprensa Oficial – 412p.), título que busca levar ao conhecimento dos cidadãos do Estado de São Paulo e do país a relevância das atribuições que a PGE/SP exerce, assim como o zelo e o respeito com que trata o interesse público. Dois exemplares do livro foram gentilmente oferecidos para sorteio pelo procurador Carlos José Teixeira de Toledo. Secretaria de Estado da Cultura, Conselho Federal da OAB e o escritór...
Lançamento da obra "Advocacia Pública - Apontamentos sobre a História da Procuradoria do Estado de São Paulo"
Migalhas Quentes
18/3/2009

Lançamento da obra "Advocacia Pública - Apontamentos sobre a História da Procuradoria do Estado de São Paulo"

LançamentoPGE lança o livro "Advocacia Pública" A Procuradoria Geral do Estado de São Paulo (PGE) lançará no próximo dia 30/3 o livro "Advocacia Pública - Apontamentos sobre a História da Procuradoria do Estado de São Paulo". O evento acontecerá às 19h, no Auditório do Centro Sociocultural da Associação dos Procuradores do Estado de São Paulo - Apesp (rua Tuim, 932, Moema - São Paulo/SP). A publicação conta a história de como se formou a Advocacia de Estado em nosso país e no Estado de São Paulo, em particular. A Imprensa Oficial do Estado de São Paul...
Entrevista imaginária com Machado de Assis
Migalhas Quentes
23/1/2009

Entrevista imaginária com Machado de Assis

Especialíssima ! É assim que pode-se definir a entrevista "imaginária" publicada no site das Arcadas. A bem pensada de brincadeira perguntas ao escritor do cosme velho foi compilada por por Carlos Roberto Chueiri. Já as respostas foram retiradas da obra "Doutor Machado - o direito na vida e na obra de Machado de Assis", escrita por Miguel Matos e Cássio Schubsky....
Dom Casmurro
Migalhas Quentes
10/12/2008

Dom Casmurro

Dom Casmurro* O cerne de "Dom Casmurro" o leitor já conhece. Capitu teve ou não um caso extraconjugal com Escobar, melhor amigo de Bentinho ? Não creia que iremos aqui discorrer sobre isso. Mesmo porque o Código Penal já excluiu de seu texto o então sem uso tipo penal do adultério1, o que se lhe retira o que havia nisso de jurídico. Aliás, se Ezequiel é ou não filho bastardo, uma investigatória de paternidade daria cabo da dúvida. E nem seria preciso um renomado causídico. Bastava um dos típicos advogados machadianos, mesmo aqueles que... Era tarefa até para Cosme, tio de ...