Dirceu Augusto da Câmara Valle

Migalheiro desde outubro/2008.
/depeso
17/3/2010

OAB Bipolar

Para São Tomás de Aquino, sabido pelos católicos o mais santo dos sábios e o mais sábio dos santos, a vaidade é o mais grave dos pecados. Tanto é verdade, que o chifrudo deixou gravada nas telas do cinema sua preferência: “Vanity is my favorite sin”.
/depeso
2/10/2008

O caso do sargento gay

A Justiça Militar, como se sabe, tem por característica somar a toga aos sabres para a formação da vontade coletiva.
/depeso
2/10/2008

A falta de aviso na "Igreja do Diabo”

Preferia José de Alencar que tinha quase toda sua obra adaptada para os quadrinhos. Muito mais simpático, portanto, que o Bruxo do Cosme Velho. Era a bendita "Edição Maravilhosa". Presente de meu pai que guardou os exemplares comprados no final da década de 40 e ao longo da de 50, adivinhando a chegada do filho. Tinha de tudo. De Manuel Antônio de Almeida a Jorge Amado. De Lewis Carrol a Alexandre Dumas. Muito melhor do que ler orelha do livro para saber o conteúdo do capeado. Eram o passaporte para a obra completa.
/depeso
1/10/2008

A política e o Zé do Caixão

Não é difícil saber quem é a vítima de um homicídio. Em primeiro lugar, claro, o morto. Indiretamente, os que lhe eram próximos.
/amanhecidas
19/11/2015

MIGALHAS nº 3.745

...Cobra e José Diogo Bastos Neto 18.705 15,92 João Biazzo e Dirceu Augusto da Câmara Valle 11.365 9.67 Hermes Barbosa e Marcos Antônio Pereira 9.527 8,11 Anis Kfouri e Sílvio de Salvo Venosa 7.160 6,09 AL Presidente/Vice Votos % Fernanda Marinela e Ednaldo Maiorano 1.809 38,81 Fernando Falcão e Luciano Almeida 1.653 35,47 Roberto Mendes e Vagner Paes 1.198 25,70 CFOAB Confira como está, até o momento, a "nova" formação do CFOAB. (Clique aqui) Alea jacta est No ES e em PE as eleições ocorrem hoje, até as 17h. Expectativa -...
/quentes
25/9/2014

Juiz determina busca e apreensão de autos para garantir direito de advogados

...necessária a juntada de procuração. Direito a real acesso Dirceu Augusto da Câmara Valle e Fábio Simas Gonçalves representam em ação a proprietária de uma casa de espetáculos popular da região multada por alegado excesso de barulho. Afirmando que a propriedade era distante de qualquer moradia e que investia em isolamento acústico e novas tecnologias a fim de manter suas atividades dentro do nível sonoro aceitável, ela contesta diversas autuações da fiscalização municipal por perturbação do sossego público. A autora alegou que os métodos usados para aferir os ruídos não atenderam...
/amanhecidas
17/3/2010

MIGALHAS nº 2.347

MIGALHAS nº 2.347