Thaís de Gobbi

Migalheira desde março/2008.
Advogada.
/depeso
20/11/2018

Decreto facilita a participação estrangeira no capital social de fintechs de crédito

Thaís de Gobbi, Pedro Nasi e Francisco Parente
A medida servirá como um catalisador de potenciais novos investimentos nesses tipos de instituições financeiras, o que provavelmente também contribuirá para o surgimento de um maior número de players nesse segmento, criando consequentemente mais concorrência e reduzindo o custo de crédito para o cliente final.
/depeso
9/5/2015

Entra em vigor resolução que simplifica os investimentos por não residentes

Resolução 4.373, emitida pelo CMN, traz novo arcabouço legal de modo a simplificar, consolidar e aprimorar as regras aplicáveis aos investimentos estrangeiros nos mercados financeiro e de capitais no Brasil.
/depeso
26/3/2008

Nova norma regulamenta mercado de resseguros brasileiro

Quase 1 ano após a publicação da Lei nº. 126/07, o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) emitiu normas que regulamentam a abertura do mercado de resseguros brasileiro.
/amanhecidas
22/8/2019

MIGALHAS nº 4.671

Quinta-feira, 22 de agosto de 2019 - Migalhas nº 4.671.Fechamento às 11h18. Registro Migalhas anuncia que, a partir de hoje, conta com mais um Fomentador: Grupo BARBRI Clique aqui "A economia compreende todas as atividades do país. Nenhuma atividade do país compreende a economia."Millôr FernandesLiberdade econômicaA conversão da MP da liberdade econômica (881/19) foi aprovada pelo Senado. (Clique aqui) DesestatizaçãoGoverno anuncia privatização de estatais. Veja quais estão na mira. (Clique aqui)Fallow and the moneyO TCU decidiu abrir investigação para apurar os acordos firmados pelo MPF e a dimensão...
/amanhecidas
20/11/2018

MIGALHAS nº 4.484

...estrangeira no capital social de fintechs de crédito, é abordado por Thais de Gobbi, Pedro Nasi e Francisco Parente (Machado Meyer Advogados). De acordo com os autores, a edição da norma "foi um avanço significativo na implementação prática efetiva da Agenda BC+, na exata medida em que eliminou uma etapa legislativa demorada e custosa que até hoje precisava ser cumprida para a realização de qualquer investimento estrangeiro nas fintechs de crédito reguladas pelo Bacen". (Clique aqui) PIS e Cofins Ao analisar os termos da solução de consulta 13, na qual a secretaria da RF fixa...
/amanhecidas
10/10/2018

MIGALHAS nº 4.459

MIGALHAS nº 4.459
/quentes
9/10/2018

Machado Meyer Advogados anuncia quatro novas sócias

...Piatti Lobo, Ivana Coelho Bomfim, Maria Eugênia Doin Vieira e Thais de Gobbi. Diana e Maria Eugênia passam a compor o grupo de sócios de Tributário. Diana tem ampla experiência em contencioso tributário, com relevante atuação em ações judicias nos Tribunais de Brasília e na condução de defesas administrativas junto ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). Já Maria Eugênia, além do conhecimento e atuação em contencioso tributário, tem especial envolvimento nas questões previdenciárias, e atua em discussões judiciais e administrativas que envolvam autuações fiscais,...
/amanhecidas
3/5/2018

MIGALHAS nº 4.348

...Empresarial do escritório Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados, Thais de Gobbi participou, dias 26 e 27/4, do "Third Annual Latin America Privacy & Cybersecurity Symposium", promovido pelo escritório Jones Day, na Cidade do México. Thais abordou os principais aspectos da regulamentação aplicável às Fintechs no Brasil, bem como os principais desafios enfrentados por essas instituições no país. O evento contou com personalidades importantes dos EUA e da América Latina e tratou sobre diversos temas, como as novas leis de proteção de dados, empresas de tecnologia financeira...
/amanhecidas
16/4/2018

MIGALHAS nº 4.337

...programação foi organizada pela EMERJ e pela ENM. (Compartilhe) Thais de Gobbi, advogada da área Financeira do Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados, participou, dia 12/4, do workshop "ICO: uma boa ideia?", promovido pela Revista Capital Aberto. Thais compôs o painel "Perspectivas e desafios do mercado de ICOs", e discutiu a utilização de tokens ou coins para a captação de recursos. O evento também abordou outros temas, como os riscos que a CVM enxerga nesse tipo de emissão e quais os potenciais e desafios nas ofertas iniciais de moedas (ICOs). Também do escritório Machado,...
/quentes
15/4/2008

STJ - Serviços de corretagem constituem fato gerador da contribuição previdenciária

Intermediacao STJ - Servicos de corretagem constituem fato gerador da contribuicao previdenciaria A Primeira Secao, ao julgar o recurso especial, em que se discutia a legitimidade da cobranca de contribuicao previdenciaria sobre as comissoes pagas pelas seguradoras aos corretores de seguro, concluiu que o caso e de intermediacao entre as partes envolvidas, ou seja, o fato de o corretor prestar servicos ao segurado nao exclui a prestacao de servicos tambem a seguradora. Em virtude do ineditismo do tema na Segunda Turma, o ministro relator, Herman Benjamin, propos que o fe...
/amanhecidas
26/3/2008

MIGALHAS nº 1.865

MIGALHAS nº 1.865