sexta-feira, 27 de novembro de 2020

COLUNAS

Publicidade

Cenário - 3.9.18

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Desde o dia 7 de abril, quando se entregou à Polícia Federal em meio a um cinematográfico ato político, Lula dita o ritmo da campanha ao Planalto.

Hoje, o petista coloca à prova (mais uma vez!) seu poder de influência.

Em Curitiba, Fernando Haddad receberá novas instruções para atualizar a estratégia petista. Depois que o TSE indeferiu o nome de Lula muita coisa precisa ser decidida.

Duas questões dependem do aval direto do ex-presidente: 1) recorrer ou não ao STF contra o indeferimento da candidatura e 2) quando delimitar o momento da transição para Haddad.

O prazo máximo para a substituição de quem encabeçará a chapa termina dia 11.

Pós-TSE

Superexposição

A campanha petista comemora a quase onipresença na mídia e nas redes sociais.

Os nomes de Lula, Haddad e do PT monopolizaram o noticiário e as conversas na internet desde sexta-feira e durante todo o fim de semana.

Nordeste

Mapa eleitoral

Alagoas se transformou em um dos polos desta eleição. A peculiaridade dos palanques no Estado faz muita gente se sentir atraída ou evitar uma viagem até lá.

Fernando Haddad está no primeiro grupo. E não tem poupado elogios a Renan Calheiros.

Outros 1

Um pouco do mais do mesmo

Geraldo Alckmin (PSDB) seguirá concentrando todas as forças possíveis em ataques contra Jair Bolsonaro (PSL).

Ainda não há indicativos ou estatísticas que indiquem que essa postura surtiu efeito.

Outros 2

Padrão Ciro

Aos poucos, Fernando Haddad (PT) torna-se alvo preferencial de Ciro Gomes (PDT) - principalmente junto ao eleitorado do Nordeste.

Ao menos um voto o pedetista já virou: o cantor Frank Aguiar, antes cabo eleitoral de Lula, vai de Ciro.

Nas redes sociais, o movimento #nãotemLulavaideCirão já está instalado.

Pesquisas

O que vem por aí

A próxima pesquisa Datafolha está no forno.

As entrevistas com os eleitores começarão a ser feitas amanhã e o resultado deverá ser divulgado no fim da semana.

Sem orçamento

Situação nos Estados

Candidatos à reeleição nos Estados ficarão sem projetos importantes para alardear aos eleitores como conquistas de gestão.

O anexo de obras com indícios de irregularidade da Lei Orçamentária de 2019 lista dez empreendimentos de peso, como o corredor de ônibus Radial Leste, em São Paulo, o canal adutor do sertão alagoano e a construção da fábrica de hemoderivados de Pernambuco.

Obras sub judice ficam fora do orçamento e sem inclusão na LOA.

Nada de dinheiro Federal no próximo ano.

Caminhoneiros

Entre boatos e ameaças

Apesar de as federações de caminhoneiros negarem articulação para uma nova greve, sindicatos de Transportadores de Combustíveis e Derivados de Petróleo insistem que podem parar mesmo sem a adesão das demais subcategorias.

Agenda

Sabatina - Folha, UOL e SBT iniciam hoje, às 10h, a segunda rodada de sabatinas com os candidatos à presidência da República. A primeira será com Ciro Gomes (PDT).

Entrevista - A EBC entrevista hoje, às 17h30, o candidato do PSL à presidência, Jair Bolsonaro.

IDEB - O MEC divulga hoje resultados do índice de Desenvolvimento da Educação Básica, do ano de 2017.

Sociedade - A alta administração dos parlamentos do Brasil e de Israel realiza no Salão Nobre do Senado a primeira reunião para debater temas relacionados à segurança, acessibilidade e equidade de gênero.

Comunicação - O Conselho de Comunicação Social vota relatório sobre a reestruturação de seu regimento interno, no plenário 3 do Senado.

Nos jornais

Incêndio - Um incêndio de grandes proporções destruiu o Museu Nacional, no Rio. Mais antigo do país e com acervo com mais de 20 milhões de peças, o museu passava por dificuldades financeiras geradas pelo corte em seu orçamento. (manchete em O Globo, O Estado de S. Paulo e Folha de S.Paulo)

Lula - Depois de ter a candidatura de Lula barrada pela Justiça Eleitoral, o PT avalia recorrer ao STF e deixar com o ex-presidente a palavra final sobre a sua substituição por Fernando Haddad. (todos os veículos)

Adversários - Partido Novo e PSDB ingressaram com representações na Justiça Eleitoral contra os planos do PT de manter em alta a exposição do ex-presidente Lula mesmo após ele ter sua candidatura barrada. (O Globo e O Estado de S. Paulo)

Bolsonaro - A campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) lançou vídeo mostrando o adversário na disputa à presidência Jair Bolsonaro (PSL) maltratando mulheres e fez subir a tensão entre os dois. (Folha de S.Paulo)

Amoêdo - Com apenas 2% das intenções de voto, João Amoêdo (Novo) diz acreditar que a baixa rejeição à sua candidatura ajudará a atrair o voto de indecisos e de eleitores de concorrentes. (Folha de S.Paulo e O Globo)

Sabatinas - A Folha, o UOL e o SBT iniciam hoje a segunda rodada de sabatinas com os candidatos à presidência. O primeiro entrevistado no estúdio do UOL, será Ciro Gomes (PDT). (Folha de S.Paulo)

Frete - Em meio a rumores de uma nova greve dos caminhoneiros, a ANTT vai reajustar a tabela de preços de frete por causa da alta recente de 13% do valor do diesel nas refinarias. (Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo e Valor Econômico)

Mercado - Um mercado de capitais mais forte no Brasil poderia criar 1,7 milhão de empregos e aumentar em 11,6% a renda per capita do país em cinco anos. (manchete do Valor Econômico)

Atualizado em: 3/9/2018 08:32