terça-feira, 24 de novembro de 2020

COLUNAS

Publicidade

Cenário - 5.10.18

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Novas pesquisas de intenção de voto previstas para hoje vão acentuar o clima de 'todos contra um'.

Presidenciáveis que sonham com o segundo turno reservaram o dia para atacar Jair Bolsonaro (PSL).

A tática de minar o líder é velha conhecida às vésperas da eleição. Na era dos supermarqueteiros, essa etapa era quase obrigatória.

Apesar de acumular taxas de sucesso não desprezíveis no passado, desta vez, a pancadaria de última hora tende a ser inócua.

A despeito das polêmicas em que seus auxiliares se envolveram, da ausência nos debates e da mobilidade prejudicada devido ao atentado, Bolsonaro não só consolidou o eleitorado como, numericamente, ampliou sua vantagem sobre os adversários.

Ontem e anteontem as campanhas de Fernando Haddad (PT) e Ciro Gomes (PDT) introduziram o 'medo' em suas estratégias com mais ênfase - como que preparando os pacotes de ataques que estão por vir.

________________________________________

Reta final

Ressaca pós-debate

As campanhas que se dispuseram a fazer balanços, ontem, logo após o fim do debate na TV Globo, avaliaram que o encontro não atingiu seus objetivos nem para encantar o eleitor nem para desqualificar Bolsonaro.

________________________________________

Estados

Domingo de decisão

A disputa para o governo estadual vai acabar em alguns lugares do país já no próximo domingo (7).

Não por acaso, esses estados estão mapeados e devem os primeiros a receber as comitivas dos presidenciáveis que vão disputar um eventual segundo turno.

________________________________________

Preparativos

Onde votar

O prazo para que a Justiça Eleitoral reorganizasse as seções terminou esta semana, por isso, os cartórios correm para avisar aos eleitores que é importante conferir o novo endereço do local de votação nos sites ou nas centrais de atendimento dos TREs antes de sair de casa.

________________________________________

Cobertura

Plantão especial

O Cenário vai circular normalmente amanhã e depois.

________________________________________

Constituição

30 anos

Ulysses Guimarães discursou há três décadas resumindo o espírito da Constituição: "Temos ódio à ditadura. Ódio e nojo. Amaldiçoamos a tirania onde quer que ela desgrace homens e nações, principalmente na América Latina".

"(...) A coragem é a matéria-prima da civilização. Sem ela, o dever e as instituições perecem. Sem a coragem, as demais virtudes sucumbem na hora do perigo. Sem ela, não haveria a cruz, nem os evangelhos", disse.

________________________________________

Corrupção

Lei mais dura

Entendimento do STJ ampliou o escopo da aplicação de penas em crimes de corrupção passiva.

O Tribunal passou a considerar que, independentemente, de o servidor público estar atuando em sua área, se houver recebimento de propina é corrupção.

Antes, o enquadramento exigia que o acusador comprovasse que o agente público emitiu algum documento em troca de vantagem.

________________________________________

CNJ

O que está na pauta

Na próxima terça-feira, o Conselho Nacional de Justiça julgará processos disciplinares contra o juiz que planejou recolher as urnas eletrônicas na véspera da eleição e contra a juíza que usou aparato do tribunal para proteger seu filho, preso por envolvimento com tráfico de entorpecentes.

________________________________________

Administração

Efeito colateral

O governo instituiu regras para barrar fraudes nos benefícios previdenciários, mas o pente fino gerou outro problema: uma fila de reclamantes na Justiça.

Com o aumento de demanda, a Justiça Federal consumiu todo o orçamento do ano destinado ao pagamento de peritos ainda na metade do ano.

Para socorrer o Judiciário, o governo precisou liberar recursos extras em caráter emergencial.

________________________________________

Agenda

Inflação - O IBGE divulga hoje o Índice Nacional de Preços ao Consumidor e o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo

Construção civil - Os custos e índices da Construção Civil, relativos ao setor habitacional, no período de agosto, também serão apresentados pelo IBGE hoje

Eleição - Hoje é o último dia para a distribuição de propaganda eleitoral impressa

Nos jornais

Datafolha - Na penúltima pesquisa Datafolha antes do primeiro turno, Jair Bolsonaro (PSL) aparece com 39% dos votos válidos. Fernando Haddad (PT) manteve-se estável, com 25%. Ciro Gomes (PDT) aparece com 13% e Geraldo Alckmin (PSDB) registrou 9% (manchetes da Folha de S.Paulo e O Globo)

Debate - Na TV Globo, a ausência de Jair Bolsonaro (PSL) foi alvo de críticas e ataques. Fernando Haddad (PT) foi confrontado pelas denúncias de corrupção da era petista (manchete de O Estado de S.Paulo)

Bolsonaro - Em entrevista à TV Record, exibida simultaneamente ao debate, Bolsonaro atacou o PT e parabenizou o ex-ministro Antonio Palocci por ter delatado esquema de corrupção à Polícia Federal (O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo e Valor Econômico)

PT - Após avaliar como falha a estratégia política de poupar Jair Bolsonaro no primeiro turno, o comando da campanha do PT vai tentar desconstruir o capitão reformado e recuperar os votos, principalmente na região Sudeste (Folha de S.Paulo)

2º turno - Cerca de 147 milhões de brasileiros estão habilitados a votar no domingo. Será a eleição dos extremos. Dividida em dois polos, a campanha do provável segundo turno tem tudo para se transformar numa guerra de rejeições (manchete do Valor Econômico)

Delfim - Em entrevista, Antonio Delfim Netto considera "inconsistentes" os programas de Jair Bolsonaro e Fernando Haddad. O economista afirma que os dois "se equivalem" pela falta de um projeto que eleve a produtividade e o crescimento (Folha de S.Paulo)

Lula - A força-tarefa da Lava Jato pediu ontem a condenação do ex-presidente Lula no processo por suposto recebimento de vantagens indevidas da Odebrecht. A ação envolve a aquisição de um terreno para o Instituto Lula (O Globo)

Toffoli - Em artigo, o presidente do STF, Dias Toffoli, defende a Constituição de 1988: "Ressoam nela as vozes da Nação, dando corpo a um grande pacto social, político e econômico" (O Estado de S. Paulo)

Empresas - Levantamento do Ministério Público do Trabalho mostra que, nos últimos quatro dias, foram registradas 121 queixas contra pelo menos 23 empresas por trabalhadores que sofrem pressão para direcionamento do voto (O Globo)

Mercado - Após dois dias de euforia, o dólar voltou a subir e a Bolsa fechou em queda. A moeda americana encerrou a R$ 3,8970. O Ibovespa recuou 0,38%, a 82.952 pontos (todos os veículos)

Infraestrutura - É remota a possibilidade de o governo conseguir realizar os leilões da ferrovia Norte-Sul e de 12 aeroportos neste ano (Valor Econômico)

Atualizado em: 5/10/2018 11:27