sábado, 5 de dezembro de 2020

COLUNAS

Publicidade

Cenário - 19.10.18

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Eleição dá o sprint final

O fim de semana anterior à corrida pelo voto costuma transbordar a tensão acumulada pelas campanhas.

É quando as agendas dos candidatos se cruzam, as polêmicas de última hora sobrecarregam as expectativas e é também o período no qual as pesquisas atuam diretamente sobre a dinâmica e a estratégia.

Ocupar espaços é prioridade tanto para quem lidera como para quem busca uma virada. No caso da disputa ao Planalto, isso está mais do que colocado.

As chamadas forças da esquerda que apoiam Fernando Haddad (PT) preparam uma série de atos públicos em cidades do Nordeste, além de Rio, Brasília, Curitiba, São Paulo e Belo Horizonte.

Jair Bolsonaro (PSL) e sua aliança farão o mesmo. Os tradicionais chamamentos pela internet já anteciparam parte do roteiro: Sul, Sudeste e Centro-Oeste - capitais e interior.

Estados

Jogo jogado

Em Estados onde a eleição parece decidida, os candidatos que encabeçam as pesquisas vão diminuir a exposição nas ruas e concentrar energia nas negociações de bastidores.

Muitos marcaram reuniões partidárias e vão usar o fim de semana para reforçar os laços com os aliados - já pensando na composição do governo.

Nova era

Efeito da onda fake

Profissionais contratados pelas campanhas para monitorar o fluxo de conteúdos via redes sociais e WhatsApp perceberam que o ritmo caiu nas últimas 24 horas.

MPF

Trincheira das competências

Para tentar marcar posição contra possíveis alterações legislativas, o Ministério Público Federal encaminhou como sugestão ao texto do Plano Nacional de Segurança Pública, que regerá as políticas do país nos próximos 10 anos, a inclusão de dispositivo prevendo, expressamente, a função do órgão como promotor dos direitos humanos e fiscal das atividades policiais.

Sociedade

Política de acolhimento

O Ministério da Justiça lançou edital para selecionar entidades sem fins lucrativos que possam abrir vagas remuneradas para imigrantes estrangeiros.

O objetivo do governo é conceder apoio financeiro às ONGs que oferecerem trabalho e perspectiva de inclusão social para famílias de refugiados.

Economia 1

O PIB chinês

A China anunciou hoje cedo que o PIB subiu 6,5% no terceiro trimestre de 2018.

Economia 2

Realidade industrial

A demanda por bens industriais caiu 0,6% no mês de agosto, segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O consumo de bens semiduráveis importados, no entanto, cresceu 1,1%.

AGENDA

TSE - A presidente do TSE, ministra Rosa Weber, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), general Sérgio Etchegoyen, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, a advogada-geral da União, Grace Mendonça, e o diretor-geral da Polícia Federal, delegado Rogério Galloro, concederão entrevista coletiva, hoje. Tema: as medidas institucionais adotadas para responder aos questionamentos levantados no primeiro turno.

SABER

Cinema - A 42ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo começou esta semana e vai até o dia 31 com 336 filmes na programação.

SUSTENTÁVEL

Resíduos - Estão disponíveis os dados sobre a gestão de resíduos sólidos no Brasil de 2017: 54,8% dos municípios possuem Plano Integrado de Resíduos Sólidos (levantamento consolidado).

BEM-ESTAR

Alimentação - Os adolescentes acompanhados pelos serviços de atenção básica do SUS se alimentam mal, de acordo com dados do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN). Em 2017, 55% consumiram produtos industrializados regularmente (ouça o podcast).

JORNAIS

Datafolha - Jair Bolsonaro (PSL) tem 59% dos votos válidos, enquanto Fernando Haddad (PT), 41%. A rejeição de Haddad é de 54%. Bolsonaro registra 41%. (manchete de O Globo)

Datafolha-SP - João Doria (PSDB) lidera as intenções de votos com 53%, contra 47% de Márcio França (PSB). (todos os veículos)

Datafolha-RJ - Wilson Witzel (PSC) aparece com 61% das intenções de votos válidos. Eduardo Paes (DEM) tem 39%. (todos os veículos)

Bolsonaro - Em resposta a reportagem publicada ontem pela Folha de S.Paulo, Bolsonaro afirma não ter controle sobre a compra de pacotes de mensagens de WhatsApp por empresas para disseminar material antipetista. (manchete da Folha de S.Paulo e do Valor Econômico)

Reação 1 - O PT protocolou ação no TSE para que seja investigada a denúncia de que empresas compraram pacotes de envio de mensagens no WhatsApp. (todos os veículos)

Reação 2 - O PT pede a inelegibilidade de Bolsonaro e a suspensão do envio de mensagens políticas por meios de comunicação digital. (Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo e Valor Econômico)

Debate - O presidente do PSL, Gustavo Bebbiano, afirmou que Bolsonaro não irá a nenhum debate do 2º turno, apesar de ter liberação médica. (todos os veículos)

Desoneração - Os economistas da campanha de Jair Bolsonaro propõem uma desoneração de todos os encargos que incidem sobre a folha de pagamento das empresas. (manchete de O Estado de S. Paulo)

Mercado - A Bolsa recuou mais de 2%, enquanto o dólar subiu mais de 1% e voltou a fechar acima de R$ 3,70. (todos os veículos)

Atualizado em: 19/10/2018 09:20