sexta-feira, 23 de outubro de 2020

COLUNAS

Publicidade

Cenário - 25.10.18

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Bolsonaro e Haddad: encontros e acenos

As especulações recentes sobre o que farão e com quem pretendem governar, caso cheguem ao Planalto, pressionam Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) de modo especial a poucos dias da eleição.

Líder nas pesquisas, Bolsonaro e sua campanha dão visibilidade a uma agenda cada vez mais intensa e frequente de encontros políticos e setoriais.

Parte do tempo é dedicada a testes de estresse que servem para antecipar na mídia e na opinião pública reações ao detalhamento de medidas e projetos que serão (ou não!) colocados em prática.

Haddad e seus apoiadores seguem no ataque. Em meio a maratonas de entrevistas e sabatinas nesta semana, o petista reforçou a tática de se diferenciar de Lula, Dilma e (claro!) do adversário.

Os gestos de alinhamento junto as chamadas forças de esquerda são uma novidade que o petista pretende estimular entre hoje até o último minuto possível do fim de semana.

Estados

Trinca

No PDT, candidatos da sigla que disputam o segundo turno no Amazonas, Rio Grande do Norte e Mato Grosso do Sul contrariaram o movimento nacional feito pelo partido pró-Haddad e abraçaram de vez a marca Bolsonaro.

2º turno

Seguro, rápido e estratégico

O Centro Integrado de Comando e Controle das Eleições da Polícia Federal foi reativado para este segundo turno. Os processos de compartilhamento de dados e informações estratégicas entre os órgãos públicos envolvidos estão mais rápidos.

Congresso

Pauta pós-eleições

A partir de segunda-feira, 29, as duas prioridades de fim de ano na Câmara e no Senado serão 1) a votação do Orçamento e 2) a sucessão nas presidências das duas Casas.

Intervenção

Hora de conversar

Em novembro, o Ministério Público Federal pretende organizar, no Rio de Janeiro, um amplo debate sobre a intervenção Federal no Estado com foco, entre outras questões, na proteção dos direitos humanos e em modelos de controle da atividade policial.

AGENDA

TSE - Estão na pauta do dia embargos de declaração em representação, recursos ordinários e recursos especiais eleitorais.

Debates - A TV Globo fará hoje à noite debates com os candidatos aos governos estaduais que vão disputar o segundo turno.

SABER

Beatles - Chegará às lojas em 9/11 o box comemorativo pelos 50 anos do 'White Album' dos Beatles. Um vídeo promocional (em inglês) resume tudo. Na loja oficial há itens à venda.

SUSTENTÁVEL

Boa ideia - O projeto Menos 1 Lixo, plataforma de educação ambiental, segue fazendo sucesso no Youtube e provocando mudanças comportamentais.

TECH

Redes - O Twitter da CNN dedicado a lançamentos, testes, informações sobre produtos e tecnologia em geral é um bom lugar para quem gosta de novidades.

BEM-ESTAR

Campanha - Navegue pela página do Instituto Nacional de Câncer (Inca) criada especialmente para o Outubro Rosa.

JORNAIS

Fusão 1 - Após receber visita de empresários do agronegócio, Jair Bolsonaro (PSL) sinalizou que, se eleito, pode abandonar a proposta de fundir os ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente. (manchete de O Globo)

Fusão 2 - Sob pressão do setor industrial e do agronegócio, Jair Bolsonaro desistiu da proposta de fundir o Ministério da Indústria com o da Fazenda. (Valor Econômico e O Estado de S. Paulo)

DEM - Bolsonaro indicou que, em caso de vitória, poderá compor seu primeiro escalão com nomes do DEM, além do deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS). (O Globo e O Estado de S. Paulo)

Militares - A entrada de elementos militares na discussão entre as campanhas de Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) levou a cúpula da Defesa a fazer um pedido por moderação na reta final da disputa. (Folha de S.Paulo)

Mano Brown - Um dia depois de ter ouvido críticas do cantor Mano Brown - sobre a dificuldade de dialogar com as bases populares -, Fernando Haddad admitiu que o PT precisa se reconectar com a periferia. (Valor Econômico, O Globo e O Estado de S. Paulo)

TSE - Em manifestação enviada ao TSE, a defesa de Jair Bolsonaro pede o arquivamento da ação proposta pelo PT com base na denúncia de que empresas teriam comprado pacotes de disparo em massa de mensagens pelo WhatsApp para beneficiar o presidenciável. (todos os veículos)

Estados - Ao lado de uma onda de renovação e do voto "contra algo e não a favor de algo", o quadro fiscal dos Estados pode ter contribuído, segundo analistas, para o desempenho no primeiro turno dos governadores que se candidataram à reeleição. (manchete do Valor Econômico)

Previdência - Levantamento mostra que 227 dos deputados eleitos (44%) votariam a favor de mudanças na Previdência, mas não aceitam a proposta que Michel Temer enviou ao Congresso. (manchete de O Estado de S. Paulo)

Receitas - A arrecadação de impostos e contribuições Federais voltou a crescer em setembro. O volume chegou a R$ 110,7 bilhões, o melhor desempenho o mês desde 2015. (todos os veículos)

Combustíveis - As medidas do presidente Michel Temer para baixar o preço dos combustíveis, atendendo à reivindicação de caminhoneiros grevistas, viraram base das propostas de Jair Bolsonaro para o setor. (manchete da Folha de S.Paulo)

Mercado - O pessimismo que já vinha dando sinais nos últimos pregões ganhou força ontem com as suspeitas de atentados a bomba nos EUA. O resultado foi uma queda generalizada nas Bolsas mundiais e alta do dólar. (todos os veículos)

Negócios - A Livraria Cultura apresentou ontem pedido de recuperação judicial em São Paulo. (todos os veículos)

Atualizado em: 25/10/2018 09:23

COORDENAÇÃO

FSB Inteligência,

Publicidade