quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

COLUNAS

Publicidade

Cenário - 12.11.18

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Próxima onda

O presidente eleito Jair Bolsonaro vai anunciar nos próximos dias novos nomes para compor o futuro ministério.

Serão titulares para as pastas de Meio Ambiente, Saúde, Defesa e Relações Exteriores.

A primeira leva de confirmações testou os limites do mundo político e colocou à prova sensibilidades que ainda não se manifestaram por completo.

Nesta segunda etapa, as perspectivas não são diferentes.

Os contatos com os possíveis ocupantes já foram feitos. Restam apenas detalhes para os anúncios oficiais.

Bolsonaro estará em Brasília amanhã e, para além da agenda e das formalidades que deverá cumprir, os dias serão reservados a ajustes finais e conclusões de conversas.

Se o cronograma seguir o curso normal, o desenho da Esplanada será finalizado no prazo.

Organograma

Outras camadas

Em paralelo à definição dos novos ministros, Bolsonaro tem se dedicado também a refinar a lista de possíveis ocupantes de outros cargos-chave da administração Federal.

Novo papel

CGU 2019

Criada em 2003, a Controladoria-Geral da União (CGU) incorporou funções da corregedoria do governo Federal (instituída em 2001) e aperfeiçoou a transparência e os mecanismos de combate à improbidade na administração pública.

O plano a partir do próximo ano é ampliar o escopo de atuação do órgão, transformando-o em uma espécie de filtro anticrise para o presidente.

Congresso

Afastando o risco de um 'paradão'

A semana é curta por causa do feriado, mas a Comissão Mista de Orçamento (CMO) fechou acordo para analisar a partir de amanhã projetos do governo federal que abrem crédito especial ou suplementar no total de R$ 10 bilhões.

O dinheiro vai ajudar ministérios e outros órgãos Federais.

Funcionalismo

Pauta...

Está no radar da Câmara e do Senado a instalação da comissão mista que deverá examinar a Medida Provisória 849/2018, que adia o reajuste de diversas carreiras do funcionalismo.

Orçamento

...e realidade

A Comissão de Orçamento receberá amanhã (13) em audiência pública o ministro do Planejamento, Esteves Colnago.

Em foco, os recursos da assistência social para 2019.

AGENDA

Receitas - O parecer sobre a estimativa de receita para a Lei Orçamentária de 2019 deve ser apresentado hoje na Comissão Mista do Congresso.

Prêmio - O jornal Valor Econômico premia hoje as 35 empresas que se destacaram na pesquisa "Valor Carreira". A entrega dos prêmios será em São Paulo, no Instituto Tomie Ohtake.

SABER 

Cinema - Até 22 de novembro, cinco estações de metrô em Brasília recebem o 10º Lobo Fest e vão exibir gratuitamente 47 filmes nacionais e internacionais, com duração de 3 a 5 minutos.

SUSTENTÁVEL 

Beleza - Cosméticos mais ecológicos e lubrificantes de motores mais limpos feitos de biomassa e óleo de cozinha comum (em inglês).

TECH

Infância - Estudo exploratório analisa os índices e o conteúdo da publicidade que aparece em aplicativos populares para crianças de um a cinco anos (em inglês).

BEM-ESTAR

Novos tempos - As mídias sociais podem influenciar positivamente as atitudes, o conhecimento e o comportamento relacionados à amamentação (em inglês).

JORNAIS

Sociedade - A ofensiva para barrar a abordagem de gênero nas escolas - que integra o Escola Sem Partido, uma das bandeiras do presidente eleito Jair Bolsonaro - tem sofrido reveses em tribunais estaduais e no STF. (manchete da Folha de S.Paulo)

Moro - Em entrevista ao Fantástico, o futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, afirmou que atuará como conselheiro de Jair Bolsonaro para decidir pela demissão ou não de outros integrantes do primeiro escalão, acusados de irregularidades. (Folha de S.Paulo e O Globo)

Conjuntura - Em carta endereçada ao futuro presidente, um grupo de 106 economistas preparou um texto com propostas em 22 áreas diferentes de reformas econômicas, políticas sociais e de defesa do ambiente. (Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo e Valor Econômico)

Pacote - O plano do governo de Jair Bolsonaro de reduzir o número de estatais com um amplo programa de privatizações corre o risco de esbarrar em entraves técnicos e jurídicos e frustrar as expectativas da nova equipe econômica. (manchete de O Globo)

BNDES - A equipe de assessores econômicos de Bolsonaro sondou o nome do ex-ministro da Fazenda no governo Dilma, Joaquim Levy, que aceitou o convite para presidir o BNDES. (todos os veículos)

Recuperação - Com o fim da tensão política, a economia dá sinais de recuperação com novos negócios sendo anunciados e bancos mostrando otimismo, mas avaliação é de que reformas são fundamentais. (manchete de O Estado de S. Paulo)

China - A guerra comercial contra a China, empreendida pelo presidente dos EUA, Donald Trump, já beneficia o Brasil. Os chineses ampliaram a participação na compra das exportações brasileiras para 26,8% nos dez primeiros meses deste ano. (manchete do Valor Econômico)

Enem - A segunda etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi aplicada ontem. Na prova, foram avaliados os conhecimentos da área de ciências da natureza e matemática. O Enem deste ano teve a menor taxa de candidatos que faltaram desde 2009. (Folha de S.Paulo, O Globo e O Estado de S. Paulo)

Atualizado em: 12/11/2018 09:48