segunda-feira, 26 de outubro de 2020

COLUNAS

Publicidade

Cenário - 18.12.18

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Viés de alta da confiança

 

Ganham impulso extra nesta época do ano pesquisas que escrutinam o humor do empresário e aquelas que traduzem expectativas instaladas no mercado e na sociedade.

 

No momento, as taxas de otimismo estão elevadas.

 

Ainda que por motivos distintos, na média, as razões para crer em um futuro melhor vão se distribuindo no horizonte de curto prazo - cena típica de dezembros marcados por transições de governo.

 

A confiança geral às vésperas de 2019 dá saltos porque, entre outras coisas, 1) as eleições confirmaram mudanças de rumo, 2) a economia parou de piorar e 3) certo otimismo passou a ser compartilhado a um ritmo mais acelerado.

 

A sensação de que algo positivo acontecerá se espraia. Na indústria, no campo, no varejo, nos serviços e entre os consumidores. Indicadores e o dia a dia sentem os efeitos disso e se retroalimentam.

 

As apostas de crescimento estão firmes, assim como a ideia de que a inflação ficará sob controle.

 

Há boas perspectivas também do lado dos investimentos públicos e privados, além da quase certeza de que as reformas vão caminhar.

 

Emprego

Ainda devagar

Restando tão pouco tempo para o ano acabar, o mercado de trabalho segue a passos lentos.

 

A reação pós-crise não tem sido - nem de longe - aquela imaginada pelo atual e pelo futuro governo.

 

O marasmo do emprego será (sim!) uma espécie de bola de aço presa aos pés da retomada no próximo ano.

 

Planilhas

Os números

As previsões de crescimento do PIB para 2019 variam entre 2,5% e 3%. A inflação fechará ano na casa dos 4%. Os juros básicos estão estimados em 7,5%.

 

O déficit nas contas públicas ficará em R$ 139 bilhões e o câmbio encerrará o período em torno de R$ 3,70.

 

Partidos

2019 já chegou

As rodadas de conversas com o presidente eleito Jair Bolsonaro na semana passada serviram para aproximar o Congresso do futuro governo, mas entre os partidos os efeitos internos foram ainda maiores.

 

A corrida por lideranças está a pleno vapor, assim como os primeiros acertos que vão definir a formação das cúpulas responsáveis pelas comissões permanentes e temporárias na Câmara e no Senado.

 

Oposições

Planos de ação

Os partidos que pretendem fazer oposição ao Planalto também se organizam.

 

Apesar de não estarem na linha de frente - ao menos publicamente - vozes ligadas ao PT têm sido consideradas na elaboração de uma estratégia de atuação conjunta no Congresso.

 

Bolsonaro

Primeiros dias

Tanto entre as legendas que darão sustentação ao novo governo como entre aquelas que vão se opor há uma certeza: a primeira semana do governo Bolsonaro será de anúncios em série, nos moldes de uma linha de produção.

 

AGENDA

Auxílio-moradia - O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realiza hoje a última sessão plenária do ano. Está na pauta a proposta de regulamentação do auxílio-moradia para a magistratura.

 

Congresso - Em sessão conjunta, senadores e deputados devem analisar hoje 146 destaques apresentados a 11 vetos presidenciais que trancam a pauta.

 

Mercosul - Os presidentes dos países que integram o Mercosul se reúnem hoje, em Montevidéu.

 

Copom - O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central divulga hoje a ata da reunião da semana passada.

SABER

Livros - Tudo sobre a Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro 2019. A próxima edição acontecerá entre os dias 30 de agosto e 8 de setembro no Riocentro (saiba mais).

SUSTENTÁVEL

Clássico - O rap do Reciclar, produzido pelo Castelo Rá-Tim-Bum e disponível no Youtube. O ratinho ensina como fazer reciclagem.

TECH

Monitoramento - A polícia britânica começou a testar um sistema de reconhecimento facial em Londres (em inglês).

BEM-ESTAR

Antiestresse - Brinquedos Lego criados para adultos que querem combater o estresse (em inglês).

JORNAIS

Embraer - A Boeing e a Embraer fecharam os termos do acordo. Será criada uma nova empresa no valor de US$ 5,26 bilhões. O acerto precisa do aval do governo. (manchetes da Folha de S.Paulo e do Valor Econômico)

 

Sistema S - Guedes vai à Firjan e defende cortes no Sistema S: "Tem que meter a faca". (manchete de O Globo)

 

Reserva - Dez anos após a homologação da reserva Raposa Serra do Sol em área contínua, em Roraima, o decreto poderá ser revisto para permitir a exploração de minerais presentes no solo da terra indígena. A intenção foi anunciada por Jair Bolsonaro. (todos os veículos)

 

Magistrados - O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) deve aprovar hoje a retomada do pagamento do auxílio-moradia aos juízes no valor de até R$ 4.377,73. (manchete de O Estado de S. Paulo)

 

Battisti - O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, afirmou que não cabe ao Brasil interferir na condenação de Cesare Battisti e que o refúgio concedido ao italiano em 2009 teve motivações "político-partidárias". (todos os veículos)

 

2ª instância - O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, agendou para 10 de abril de 2019 o julgamento das ações sobre prisão de réus condenados por tribunal de segunda instância. O resultado pode ter impacto no destino do ex-presidente Lula. (O Globo e Folha de S.Paulo)

 

Temer - O presidente Michel Temer, em artigo, defende que o Mercosul não é impedimento para a abertura econômica do país. (O Estado de S. Paulo)

 

Incêndio - Um incêndio, que teria começado em um caminhão-tanque, atingiu outros oito veículos, ontem, na Refinaria de Manguinhos, no Rio. O fogo causou pânico e muitos moradores da região abandonaram as casas. (todos os veículos)

Atualizado em: 18/12/2018 07:49

COORDENAÇÃO

FSB Inteligência,

Publicidade