quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

COLUNAS

Publicidade

Cenário - 11.4.19

quinta-feira, 11 de abril de 2019

Novos cálculos

Os primeiros meses de tramitação da reforma da Previdência no Congresso serviram para que políticos e investidores fizessem novos cálculos na estratégia e nas metas.

No mercado, as dificuldades do governo em formar uma base aliada convicta da necessidade de aprovação de novas regras para a aposentadoria influenciam relatórios de consultorias e bancos.

E nesses documentos a meta de economizar R$ 1 trilhão em dez anos com a Nova Previdência já não é mais dada como possível.

Para os investidores, o Congresso vai desidratar a proposta do governo. As expectativas giram, agora, em torno de uma economia entre R$ 600 milhões e R$ 800 milhões no mesmo período.

Pesa nessa avaliação o posicionamento de 13 legendas na Câmara que disseram ser a favor da reforma, mas com a retirada das mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC), na aposentadoria rural e da possibilidade de criação do regime de capitalização.

O mercado também calcula que haverá pressão eficiente de sindicatos para manter condições especiais de aposentadoria para várias categorias do funcionalismo, reduzindo ainda mais o impacto da Nova Previdência.

Aproximação

Em busca de apoio

Esse cenário mais pessimista do mercado é um dos motivos que impulsiona o presidente Jair Bolsonaro a se aproximar dos partidos que declaram apoio à reforma da Previdência, mesmo com restrições.

O gesto de aproximação terá que vir acompanhado de novas ações de articulação para melhorar o ambiente de confiança política.

Nas próximas semanas, o presidente deve criar o conselho político com os partidos que apoiam a Nova Previdência e existe a expectativa que ele faça mudanças em postos de comando nas negociações entre o Congresso e o Executivo.

Inflação

Alimentos + transportes

Puxado pelos preços dos alimentos e dos transportes, o IPCA de março subiu 0,75%. Em 12 meses, o índice que serve de base para medir a inflação no país, já acumula 4,58%, acima da meta de 4,5% perseguida pelo Banco Central.

Até agora, o Comitê de Política Monetária (Copom), que decide a taxa básica de juros e atua para manter a inflação no centro da meta, se preocupava mais com o cenário externo.

O resultado do IPCA pode mudar o foco da política monetária para o cenário interno.

O IBGE mostrou ainda que o INPC, normalmente utilizado para reajustar salários, acelerou em março.

Cartórios

Novos serviços

O Supremo Tribunal Federal decidiu que os cartórios de registros civis poderão oferecer serviços adicionais como a emissão de carteiras de identidade, cartões de CPF, carteiras de trabalho e até passaportes.

Para isso, os cartórios terão que firmar convênios com as corregedorias dos tribunais estaduais e pedir autorização do Conselho Nacional de Justiça.

PAC

Obras paradas

Estudo encomendando pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção mostra um diagnóstico de 4,7 mil obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que estão paralisadas.

Os dados revelam que essas construções representam um investimento total de R$ 135 bilhões, dos quais cerca de R$ 65 bi já foram executados.

Segundo o levantamento, 29,8% das obras paralisadas são de urbanização de assentamentos precários, 22,4% de saneamento e 14,8% de creches e pré-escolas.

Cultura

Limitação de valores

Os profissionais da cultura estão preocupados com a decisão do governo federal que pretende limitar o valor dos projetos de captação pela Lei Rouanet em R$ 1 milhão.

Até agora, não há sinais de que a Secretaria de Cultura mudará essa posição. Veja aqui um estudo da FGV sobre o impacto do fomento cultural no país.

AGENDA

100 dias - O presidente Jair Bolsonaro comanda hoje pela manhã cerimônia alusiva aos 100 dias de sua gestão.

Agricultura - O IBGE divulga hoje o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, que fornece estimativas de área plantada, área colhida, quantidade produzida e rendimento médio de produtos selecionados.

Senado - O ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, participa de audiência pública na Comissão de Relações Exteriores do Senado.

EDUCAÇÃO

Formação - Conheça um pouco mais sobre o Instituto Avisa lá, que atua na formação continuada de profissionais de educação infantil e ensino fundamental.

SABER

Perfil - Saiba mais sobre a coalizão internacional de cientistas que revelou a primeira imagem do buraco negro.

SUSTENTÁVEL

Aquecimento - Entenda porque o aquecimento global atinge mais rapidamente o Canadá.

TECH

Pesquisa - Câmara lança portal para pesquisas de discursos dos deputados usando inteligência artificial.

BEM-ESTAR

Atuação - A ONG Viva e Deixe Viver atua para fomentar a educação e cultura visando transformar a internação hospitalar de crianças e de adolescentes.

Atualizado em: 11/4/2019 08:40