sábado, 23 de janeiro de 2021

COLUNAS

Publicidade

Diante disto ou Diante disso?

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

A leitora Giselle Camargo envia a seguinte mensagem ao Gramatigalhas: 

"Sempre me deparo com a seguinte dúvida: 'Diante disto' ou 'Diante disso'; 'Neste diapasão' ou 'Nesse diapasão'. Obrigada!"

Envie sua dúvida



Diante disto ou Diante disso?

1) Uma leitora se encontra diante das seguintes expressões: a) "Diante disto" ou "Diante disso"; b) "Neste diapasão" ou "Nesse diapasão". Como não sabe como sair do problema, pede auxílio para saber quando usa isto/este ou isso/esse.

2) As observações seguintes servem para os pronomes demonstrativos: isto, isso, aquilo, este, esse, aquele e variações de singular e plural.

3) Num primeiro aspecto, quanto ao espaço, este indica posição mais próxima da pessoa que fala (primeira pessoa): "Estou nesta sala". Na prática, quando se fala este, pode-se pensar em aqui. Assim: "Estou nesta sala aqui".

4) Já esse aponta para uma posição próxima da pessoa com quem se fala (segunda pessoa): "Já entrei nesse tribunal". Na prática, quando se fala em esse, pensa-se em aí: "Já entrei nesse tribunal aí".

5) Por sua vez, aquele indica posição próxima de quem se fala (terceira pessoa) ou distante de quem fala e da pessoa com quem se fala: "Olhe aquele advogado no carro preto". Na prática, quando se fala em aquele, pensa-se em lá: "Olhe aquele advogado lá no carro preto".

6) Num segundo aspecto, no interior da frase, isto e este se referem ao elemento anterior mais próximo; aquilo e aquele servem para o mais distante. Ex.: "O adulto e a criança têm seus direitos, mas esta exige maiores cuidados do que aquele".

7) Num terceiro aspecto, ainda no interior da frase, isto e este falam do que se vai dizer, enquanto isso e esse concernem ao que já se disse. Exs.: a) "A nova Constituição traz este preceito: não há possibilidade de discriminação entre filhos"; b) "Não há possibilidade de discriminação entre filhos: esse é o preceito da nova Constituição".

8) De modo específico para as expressões da consulta, formulam-se com elas alguns exemplos corretos de emprego das expressões referidas: a) "Diante deste obstáculo tão próximo de mim, vejo que nada posso fazer" (espaço); b) "Diante desse obstáculo tão próximo de você, parece que não há o que fazer" (espaço); c) "O homem pode fazer escolhas boas e escolhas ruins: estas, quase sempre, são mais atraentes, à primeira vista, do que aquelas"; d) "Isso que acabei de dizer é bem mais simples do isto que vou referir".

______

Atualizado em: 15/2/2011 16:20

Publicidade