quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

COLUNAS

Publicidade

Que ou De que?

quarta-feira, 8 de junho de 2016

O leitor Thiago Abreu envia a seguinte mensagem ao Gramatigalhas:

"Gostaria de saber se no período 'Sobre a vaga no STF, uma das informações que se colhe no noticiário é que o advogado-Geral da União, Luís Inácio Lucena Adams, já estaria provando a toga', a forma correta seria 'uma das informações que se colhe no noticiário é que o advogado-Geral da União' ou 'uma das informações que se colhe no noticiário é de que o advogado-Geral da União'. Grato."

Envie sua dúvida


1) Um leitor diz ter dúvidas quanto ao emprego da palavra que ou da expressão de que em frases como as seguintes: a) "Uma das informações que se colhe no noticiário é que o advogado..."; b) "Uma das informações que se colhe no noticiário é de que o advogado ..."?

2) Nesse campo, de integral propriedade é a observação de Eliasar Rosa para uma situação frequente nos discursos a pretexto de suposta erudição: "Há uma forma de errar muito curiosa nas sustentações orais, ou em discursos forenses ou parlamentares".

3) E especifica tal autor: "Consiste ele em usar-se a preposição de com verbos que não a exigem".

4) E cita ele o seguinte trecho como exemplo: "O Dr. Promotor afirmou de que o réu matou por motivo fútil; entretanto a defesa vai demonstrar de que isso não é verdade, pois está provado nos autos de que o réu matou impelido por motivo de relevante valor social..."

5) Por fim, assim ele explica e conclui: "Os verbos afirmar, demonstrar, provar não se constroem com a preposição de. Logo o certo seria: 'O Dr. Promotor afirmou que...; entretanto a defesa demonstrará que..., pois está provado ... que...'"1

6) No caso da dúvida trazida pela leitora, tem-se o verbo ser, que é de ligação e que pede predicativo do sujeito não precedido de preposição. O correto, portanto, é "Uma das informações que se colhe no noticiário é que o advogado ..."

______________________

1 ROSA, Eliasar. Os Erros Mais Comuns nas Petições. 9. ed. Rio de Janeiro: Livraria Freitas Bastos S.A., 1993, p. 54-55.

Atualizado em: 8/6/2016 07:57

COORDENAÇÃO

José Maria da Costa é graduado em Direito, Letras e Pedagogia. Primeiro colocado no concurso de ingresso da Magistratura paulista. Advogado. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP. Ex-Professor de Língua Latina, de Português do Curso Anglo-Latino de São Paulo, de Linguagem Forense na Escola Paulista de Magistratura, de Direito Civil na Universidade de Ribeirão Preto e na ESA da OAB/SP. Membro da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas. Sócio-fundador do escritório Abrahão Issa Neto e José Maria da Costa Sociedade de Advogados.

Publicidade