sábado, 16 de janeiro de 2021

COLUNAS

Publicidade

Como abreviar Assessoria Jurídica

quarta-feira, 2 de setembro de 2020

A leitora Cristiane Vieira Carvalho envia à coluna Gramatigalhas a seguinte mensagem:

"Como se abrevia assessoria jurídica: 'assjur' ou 'Assejur'?"

Envie sua dúvida


1) Uma leitora indaga como se abrevia assessoria jurídica: assjur ou Assejur?

2) Sem necessidade de maior estudo teórico, diga-se que o Formulário Ortográfico oficial - editado pela Academia Brasileira de Letras, a quem incumbe, por delegação legal, expedir as normas oficiais para assuntos dessa natureza, - o qual traz registradas as reduções mais correntes, por um lado não registra todas as palavras do idioma de modo abreviado; por outro lado, explicita que "uma palavra pode estar reduzida de duas ou mais formas".1

3) Nesse quadro, pode-se afirmar, assim, em síntese, que não existe um só modo oficial de abreviar as palavras, de modo que, ante a própria visão oficial assim permissiva, o melhor é concluir que ao usuário do idioma assiste certa liberdade para abreviar as palavras e expressões de nosso idioma.

4) A esse respeito, aliás, Napoleão Mendes de Almeida já observava: "o que a abreviatura [...] deve objetivar é a clareza; alcançada esta, não cabem objeções".2

5) Respondendo, então, na prática, ao questionamento da leitora, pode-se dizer que, em última análise, os dois modos por ela propostos podem servir de abreviação para a expressão assessoria jurídica, e, além disso, deve-se acrescentar que às maneiras que ela propôs até mesmo podem ser somadas outras possibilidades: assjur, AssJur, Assjur, assejur, Assejur, AsseJur...

__________

1 Academia Brasileira de Letras. Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa. 5. ed. São Paulo: Global Editora Distribuidora Ltda, 2009, p. 865.

2 ALMEIDA, Napoleão Mendes de. Dicionário de Questões Vernáculas. São Paulo: Editora Caminho Suave Ltda., 1981, p. 6.

Atualizado em: 2/9/2020 09:48

COORDENAÇÃO

José Maria da Costa é graduado em Direito, Letras e Pedagogia. Primeiro colocado no concurso de ingresso da Magistratura paulista. Advogado. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP. Ex-Professor de Língua Latina, de Português do Curso Anglo-Latino de São Paulo, de Linguagem Forense na Escola Paulista de Magistratura, de Direito Civil na Universidade de Ribeirão Preto e na ESA da OAB/SP. Membro da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas. Sócio-fundador do escritório Abrahão Issa Neto e José Maria da Costa Sociedade de Advogados.

Publicidade