quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

COLUNAS

Publicidade

A - há

quarta-feira, 17 de março de 2004

Você sabe a diferença entre a tempo e há tempo? E entre as frases "O advogado chegou a tempo para a audiência" e "O advogado chegou há tempo para a audiência"?

Envie sua dúvida


1) Profunda distinção se deve fazer entre ambas as palavras, que têm natureza e significado diversos.

2) Há é forma do verbo haver e, para o que aqui interessa, indica tempo passado. Ex.: " vários meses os autos estão conclusos para sentença".

3) A é preposição e, para o que concerne a estes comentários, serve para as expressões indicativas de tempo futuro. Ex.: "Daqui a dois dias, a sentença deverá ser publicada".

4) Observe-se que não existe verbo haver (nem há, por conseguinte), se o verbo é futuro, motivo por que equivocada é a construção: "O advogado chegará daqui duas horas".

5) Atente-se, por conseguinte, para que não se confundam as seguintes frases, ambas corretas, mas com significados estanques:

a) "O advogado chegou a tempo para a audiência" (isto é, em tempo, com tempo);

b) "O advogado chegou tempo para a audiência" (vale dizer, faz tempo).

6) A distinção que ora se faz não é supérflua, tanto assim que Josué Machado, atento aos cochilos da imprensa, flagrou, publicada num jornal de São Paulo, a expressão "daqui algum tempo".¹

___________

¹ Cf. MACHADO, Josué. Manual da Falta de Estilo. 2. ed. São Paulo: Editora Best Seller, 1994. p. 10.

Atualizado em: 16/3/2004 09:01

Publicidade