sexta-feira, 30 de outubro de 2020

COLUNAS

Publicidade

Por ora ou por hora?

quarta-feira, 4 de junho de 2008

O leitor José Antonio Martins Baraldi envia-nos a seguinte mensagem: 

"No site do TRT/SP me deparei com a seguinte frase: 'O juiz vice-presidente judicial xxxxxxxxxxx indeferiu o arquivamento por ora, explicitando 'que se trata de interesse coletivo da categoria representada pelo suscitante'. Nesse contexto, é correta a utilização da expressão 'por ora'. Gostaria de saber mais. Obrigado."

Envie sua dúvida


 

Por ora ou por hora?

 

1) A indagação que se faz é se está correta a expressão por ora no seguinte contexto: "O vice-presidente indeferiu o arquivamento por ora, explicitando..."

 

2) A questão não parece ser questão de difícil esclarecimento, bastando distinguir que há duas expressões de sentidos diversos.

 

3) Por ora corresponde a por agora, por enquanto. Ex.: "O réu, por ora, há de ficar em liberdade".

 

4)por hora tem o significado de a cada sessenta minutos. Ex.: "No instante do acidente, o réu corria a cento e vinte quilômetros por hora".

 

5) De volta, especificamente, à consulta do leitor, sem maiores dificuldades, a expressão apontada tem, no texto, o sentido de por agora ou por enquanto, e não a cada sessenta minutos. Diga-se, portanto, por ora, e não por hora. Ou seja: "O vice-presidente indeferiu o arquivamento por ora, explicitando que se trata de interesse coletivo da categoria representada pelo suscitante".

______

Atualizado em: 3/6/2008 12:59

COORDENAÇÃO

José Maria da Costa, é graduado em Direito, Letras e Pedagogia. Primeiro colocado no concurso de ingresso da Magistratura paulista. Advogado. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP. Ex-Professor de Língua Latina, de Português do Curso Anglo-Latino de São Paulo, de Linguagem Forense na Escola Paulista de Magistratura, de Direito Civil na Universidade de Ribeirão Preto e na ESA da OAB/SP. Membro da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas. Sócio-fundador do escritório Abrahão Issa Neto e José Maria da Costa Sociedade de Advogados.

Publicidade