segunda-feira, 30 de novembro de 2020

COLUNAS

Publicidade

Porandubas nº 274

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Mudou de nome ?

Mariana, em Minas Gerais, já foi chamada de Roma brasileira. Terra de fé e de velhas igrejas. E cheia de placas com nomes engraçados nas ruas :

- Cônego Amando

- Armando Pinto

Cônego Amando era conhecido pela verve. Um dia, viajando pelo interior do município, uma de suas acompanhantes caiu do cavalo. Rapidamente ficou em pé. Meio sem graça, perguntou ao Cônego :

- O senhor viu a minha agilidade ?

- Minha filha, respondeu, eu até que vi. O que eu não sabia é que tinha mudado de nome.

(Historinha de Zé Abelha em A Mineirice)

Palocci sob bombardeio

O ministro Antonio Palocci é o mais poderoso do governo Dilma. Assume o papel de um primeiro ministro : coordena tarefas, recebe demandas, acerta nomeações, leva nomes para presidente Dilma, enfim, é a barreira mais forte sob a qual se resguarda a presidente. E ainda se dispõe a auxiliá-la na árdua tarefa de fazer articulação com o Congresso, tarefa que dispõe de um ministro próprio, Luiz Sérgio, da Articulação Institucional. Essa introdução tem o objetivo de arrumar o argumento : quando o principal ministro é atingido por matéria jornalística de impacto, os estilhaços acabam caindo sobre a imagem do governo. E é o que está acontecendo. Palocci foi objeto de matéria de primeira página na Folha de S.Paulo, sob a abordagem de que aumentou seu patrimônio 20 vezes nos últimos 4 anos.

Fogo amigo ?

O ministro Palocci, ao que se sabe, pode ter sido objeto de fogo amigo. Petistas se dividem em alas, grupos, facções, cada uma desejando ser mais poderosa que a outra. Aliados de outros partidos também querem ver o ministro fragilizado. Palocci é foco de tiroteio. Precisa explicar como conseguiu aumentar seu patrimônio. Consultoria dada por sua empresa, é o que alega para a CGU, a Controladoria Geral da União. Não é proibido um deputado ter uma consultoria. Contanto, que não preste serviços ao Estado para evitar tráfico de influência. A mídia quer saber a quem o ex-deputado prestou serviços. O ministro argumenta que tudo está documentado. O imbróglio implicará diminuição de força do chefe da Casa Civil ? É improvável.

Efeitos

Sob bombardeio, Palocci vai carecer de apoio político para evitar idas ao Congresso Nacional e depoimentos que poderiam constrangê-lo e ao governo do qual faz parte. É o que as oposições pretendem. Como é sabido, elas estão sem poder, sem discurso e com as bases desmotivadas. Agora, pressentem a oportunidade de ressurgirem sob a bandeira de uma matéria com sabor de escândalo. Mas as bases governistas certamente não aprovarão a convocação do ministro. Elas, contudo, gostariam de compensação. Palocci precisa apressar e fechar o processo de nomeações de aliados, particularmente os políticos que não obtiveram sucesso no último pleito. Todo esse rolo chegará à mesa presidencial. Uma dúvida persiste : que "amigos" poderiam ter mais interesse em colocar Palocci na fogueira ? Quem teria vazado as informações que chegaram aos meios de comunicação ?

Genéricos variados

Eis mais uma faceta brasileira : os preços dos medicamentos genéricos podem variar até 986,96%. Resultado de uma pesquisa feita pelo PROCON em São Paulo.

Shadow cabinet ? Besteira

Geraldo Alckmin nunca agiu de maneira açodada. Trata-se de governante de estilo moderado e que não aprecia causas e coisas polêmicas. Agora, porém, saindo um pouco de seu estilo conciliador, propõe a implantação de um shadow cabinet, ferramenta de inspiração britânica, e que se propõe, como um gabinete paralelo, a monitorar, avaliar, julgar, comparar e denunciar as ações do governo Dilma. Ou seja, Geraldo quer entrar na briga. Serra já entrou e usa as armas das redes sociais - textos com abordagem crítica - e Aécio ainda não encontrou o tom para fazer oposição. Ocorre que essa proposta de Alckmin parece velha. Porque já foi tentada outras vezes. E nunca deu certo. Por falta de fôlego de seus autores, motivação ou mesmo recursos para tocar um empreendimento, que demanda quadros especializados e estudos constantes. Por já ter visto esse acervo ineficaz, este consultor chega à conclusão : é besteira.

Cid provoca

O espevitado governador do Ceará, Cid Gomes, continua na sua jornada para demonstrar a "inépcia, incompetência e desonestidade" do ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento. Cid participou nesse fim de semana de um rally na BR-222, que reuniu 100 veículos, em um protesto contra os buracos nas rodovias Federais. Ora, Cid faz parte da base governista. O mais estranho é que a presidente Dilma tenha chamado seu ministro para explicar as razões da querela. O ministro explicou e tudo ficou como "dantes no quartel D'Abrantes". Este consultor, avaliando o perfil gerencial, técnico e cheio de autoridade da presidente Dilma, imaginava que os querelantes logo iam se acertar. Errou em cheio. Racha entre aliados do governo, atenção, é sinal amarelo.

Brasil, 77 milhões

O Brasil tem 77 milhões de brasileiros adultos que não têm conta bancária. Fica atrás da China, Índia, Indonésia e Paquistão.

Quem subiu primeiro ?

Pedro Aleixo, um dos mais matreiros políticos mineiros, era advogado brilhante. Criminalista de primeira. Em um processo de crime de sedução, a testemunha-chave sustentava a tese de que quase presenciara o defloramento contra a vontade da vítima, o qual teria ocorrido em um sótão. Aleixo liquidou o depoimento com uma pergunta à testemunha : Quem subiu primeiro a escada ?

Tesoureira no júri  

A tesoureira da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) nos Estados Unidos, Regina da Silva, vai à júri popular. Ela foi acusada, segundo o jornal O Globo, de falsidade ideológica, fraude e furto por causa de uma operação irregular de empréstimo no valor de US$ 22 milhões (cerca de 36 milhões de reais) feita em novembro em nome da igreja fundada pelo bispo Edir Macedo. Juiz Richard Carruthers decidiu que Regina deverá responder por 36 crimes.

Oferta milionária  

Semana passada, a mídia noticiou mais uma oferta milionária, dessas que se multiplicam na esfera do showbiz e do jornalismo que provoca sensação : R$ 1,4 milhão mensais. Isso mesmo, por mês. Essa teria sido a oferta da TV Record a José Luiz Datena, contratado da Band e responsável pelas maiores audiências do canal. Como se recorda, Datena, ao sair da Record, em 2003, foi acionado pela emissora por quebra de contrato. De lá para cá, tem disparado críticas aos bispos do canal. A mesma TV Record bateu, pela primeira vez, a TV Globo durante o período matutino. Foi ontem. Fechou, na média, com 6,9 pontos contra 6,3 da Globo e 5,9 no SBT. Dados foram apurados da medição prévia minuto a minuto e foram calculados pela reportagem do UOL.

Obama, Bin Laden e economia

Obama ganhou novamente o respeito e a admiração dos americanos. A morte de Bin Laden contribuiu para resgatar os índices de aprovação popular. Mas não será esse fato que dará a ele vitória na campanha à reeleição. Mais uma vez, quem deitará o voto nas urnas será o PNBF, Produto Nacional Bruto da Felicidade, que começa com P de poupança, ou seja, dinheiro no bolso. A economia, estúpido.

Pleonasmo

Político tão esperto quanto simplório, Benedito Valadares era governador de Minas Gerais quando encontrou na ante-sala de Getúlio Vargas o ministro da Educação, Gustavo Capanema, que estranhou seus óculos escuros.

- É uma conjuntivite nos olhos - explicou Valadares.

- Benedito, isso é um pleonasmo ! - reagiu o ministro, professoral.

Valadares ignorou a observação e entrou para falar com Vargas. O presidente também estranhou os óculos escuros. Ele reagiu :

- Presidente, o médico lá em Minas disse que era uma conjuntivite nos olhos, mas o Capanema, que quer ser mais sabido que os médicos, me disse que é um pleonasmo !

Em minha modesta interpretação penso que Benedito Valadares estava certo, existe outro lugar para dar conjuntivite, a não ser nos olhos ?

Revendo jurisprudência

O TST decidiu rever 26 pontos de sua jurisprudência. Os ministros, tocados pelo espírito do tempo, pretendem estabelecer uma sintonia fina entre a obsoleta legislação trabalhista e a realidade do trabalho. Súmulas e enunciados do TST precisam ser atualizados, entre os quais questões atinentes à terceirização de serviços. Na esfera do trabalho, por exemplo, não há mais como distinguir o que é atividade meio e atividade fim. O que são atividades meio e fim em uma indústria automobilística, por exemplo ? Nesse sentido, modernizar a súmula 331 se faz absolutamente necessária. O TST está de parabéns por querer trilhar os caminhos da realidade, evitando sair pelas curvas do passado.

Serra candidato ?

A visão deste consultor é de que José Serra começa a balançar quando seu nome é posto no circuito municipal de 2012. Antes, não admitia discutir a proposta. Hoje, demonstra interesse em ouvir as análises. Serra acabará aceitando a pressão tucana, a partir do governador Geraldo Alckmin.

Vossa excelência é passional

Em Governador Valadares/MG, a sessão da Câmara corria normal, até o momento em que o líder da oposição se dirige a um opositor meio radical, que o aparteava :

- Vossa Excelência é passional.

O adversário, pego de surpresa, perguntou ao colega ao lado o significado de passional.

- Passional quer dizer bicha, diz o interlocutor em tom de gozação.

O quebra-quebra tomou conta do ambiente. Cadeiras foram jogadas no orador. Sessão suspensa. Quase saiu tiro. A turma do deixa-disso jogou panos quentes. Por via das dúvidas, a palavra passional foi riscada do vocabulário da Câmara.

O direito de casar 

Adriana Galvão, presidente da Comissão da Diversidade Sexual da OAB/SP e advogada do escritório Approbato Machado, admite que recente decisão do STF acerca da união estável entre homossexuais foi um avanço, pois demonstrou que a legislação deve ser inclusiva. "A garantia dos direitos, independente da orientação sexual, deve ser assegurada". O casamento civil entre homossexuais depende da aprovação de PEC, de autoria do deputado Jean Wyllys (PSOL/RJ). São necessárias 171 assinaturas para dar início à tramitação.

Primeira pesquisa em SP

Saiu a primeira pesquisa para a prefeitura de São Paulo. Feita pelo Ipespe/Diário, a pesquisa chama a atenção por alguns cenários apresentados. Marta Suplicy, no cenário número 1, sai na frente com 50% de intenção de voto. Mas Serra não aparece nesse cenário. O segundo cenário é com Aloizio Mercadante, que tem 37%. Também sem Serra. Chama a atenção os cenários 4 e 5. Nesses, Serra aparece na liderança, com 40%. O segundo lugar pertence a Aloizio Mercadante, com 35% no cenário 3 e 34% no cenário 4. O terceiro lugar é de Paulo Skaf, que aparece com 8%, superando Gabriel Chalita, com 6%.

PPS vai de Soninha ?

A ex-vereadora Soninha poderá ser a candidata do PPS à prefeitura paulistana. E entraria no campo tucano no segundo tempo do jogo.

PC DO B com Netinho

Já Netinho de Paula, que tem 13% no cenário 1, disputando com Marta Suplicy, deverá reivindicar a candidatura pelo PC do B.

Zé Aníbal

O secretário da Energia, José Aníbal, que obtém 7% no cenário com Marta, 8% disputando com Mercadante e 15% no embate com Netinho de Paula, lutará para ser o candidato tucano caso Serra não tope entrar no jogo.

O deputado Marcelinho

Marcelinho Carioca vai assumir, amanhã, a vaga de deputado Federal no lugar do deputado Abelardo Camarinha, do PSB, que pediu licença da Câmara por seis meses. Marcelinho, do PSB paulista, diz à Coluna que está entusiasmado com a possibilidade de servir ao povo no parlamento Federal. E avisa que deverá ser candidato a vereador no pleito de 2012, porque será deputado Federal por um período curto.

Lunga aposentado

Esta Coluna tem o dever de comunicar que aposenta o personagem "Seu Lunga". Já faz um tempinho que a figura não aparece nesse espaço. Joaquim Santos Rodrigues vinha tentando há tempos por fim à fama de "homem mais zangado do mundo". Venceu a primeira batalha. A Justiça cearense proibiu um cordelista, Abraão Bezerra Batista, de usar o nome de Lunga em suas histórias. E a Coluna, mesmo lamentando, apoia a decisão do velho e engraçado amigo.

Conselho aos olimpianos 

Esta coluna dedica sua última nota a pequenos conselhos a políticos, governantes e líderes nacionais. Na última coluna, o espaço foi destinado aos parlamentares. Hoje, sua atenção se volta aos olimpianos :

1. Olimpianos, segundo Edgar Morin, sociólogo francês, são todos aqueles que habitam o Olimpo da Cultura de Massas. Ou seja, governantes, políticos, artistas de todos os naipes, reis, rainhas, príncipes, músicos/cantores/compositores, presidentes de grandes grupos, jogadores de futebol, técnicos de futebol, etc. Pois bem, tenham cuidado, Olimpianos, com as escadas da fama.

2. Vocês estão subindo nas escadas em direção ao Olimpo todos os dias e em momentos muito flagrados pela mídia : restaurantes, espaços públicos, corredores dos Palácios e dos Parlamentos, palcos, palanques, teatros, etc. E, em uma hora qualquer, em um espaço que vocês imaginavam ser recôndito e sagrado, são flagrados com a mão na botija. No dia seguinte, suas fotos estarão estampadas nos espaços midiáticos.

3. Portanto, senhoras e senhores olimpianos, cuidem-se : não corram nus atrás de camareiras e arrumadeiras de hotel; não façam propostas mirabolantes; não enfiem a mão na boca da botija. Vocês poderão ser picados por cobra venenosa. Lembrem-se do que ocorreu com Bill Clinton, na Casa Branca (com Mônica Lewinsky), Berlusconi, em sua mansão, (com Karima El Mahroug, a dançarina marroquina) e Dominique Strauss-Kahn (com a arrumadeira do Sofitel, em Nova Iorque).

____________

Atualizado em: 18/5/2011 08:00

COORDENAÇÃO

Gaudêncio Torquato jornalista, consultor de marketing institucional e político, consultor de comunicação organizacional, doutor, livre-docente e professor titular da Universidade de São Paulo e diretor-presidente da GT Marketing e Comunicação.

Publicidade