quinta-feira, 22 de outubro de 2020

COLUNAS

Publicidade

Porandubas nº 139

quinta-feira, 17 de abril de 2008

EFEITO MIDIÁTICO

O caso da menina Isabella escancarou todos os espaços de mídia. O crime brutal passa ser assunto obrigatório em todas as rodas. A essa altura, o processo noticioso alçou à condição de criminosos os pais da garotinha. À medida que as investigações avançam, os pais ficam mais próximos das algemas. Mesmo se forem culpados, o fluxo informativo foi contaminado todo o tempo. Os autores da investigação sentem-se atraídos pelas luzes da TV. Os advogados e promotores não se furtam às declarações. Nada é sigiloso. Entrevistas exclusivas são conseguidas por emissoras poderosas. A imparcialidade informativa vai para o brejo.

PAREDÃO

A barbaridade do crime cometido contra uma criança que apelava para o pai - 'papai, papai, papai' - endurece o coração social. Por todos os lados, ouve-se : "os criminosos deveriam ir direto ao paredão". A inocência de uma criança acende o furacão da revolta e da indignação social.

INSIDE INFORMATION ?

Se o ex-deputado do PC do B, Haroldo Lima, tinha a informação e a transmitiu de maneira disfarçada - em um evento público - cometeu uma bobagem. O fato é que a especulação de novas descobertas de óleo, pela Petrobras, fez disparar as ações da empresa nas bolsas. E mais : ajudou a elevação das ações de empresas petrolíferas internacionais. Se é inside information, que o digam especialistas como o prof. José Marcelo Martins Proença, autor do livro Insider Trading. Muita gente fez uma grande fortuna em um piscar de olhos. Os tempos são outros. Quem diria, hein, um comunista das antigas, do PC do B, dando uma forcinha aos capitalistas especuladores...

SERRA E A PULSEIRA

O governador José Serra sancionou a lei do deputado Baleia Rossi (PMDB), que prevê o monitoramento de presos em regime semi-aberto por meio de pulseiras eletrônicas. Nos Estados Unidos, a prática é bem-sucedida. No Brasil, é possível que a experiência tenha de se curvar à malandragem. Vamos verificar quantas pulseiras serão rompidas antes dos prazos. Há 20 mil presos em São Paulo em condições de usar o objeto. A conferir.

GOVERNO CONTRA MILITARES

A demarcação em faixa continua da reserva indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima, é combatida pelos militares. Eles se queixam de que as fronteiras do país, ao norte, ficarão devassadas. Pregam a demarcação do espaço por meio de ilhas. O governo defende com unhas e dentes a demarcação contínua, que parece ganhar conotação dos ideólogos plantados em certos espaços do governo, como o Itamaraty, com o apoio de ONGs internacionais. O STF dará a última palavra. O ministro Gilmar Mendes, novo presidente da Corte, e o ministro Celso de Melo, um dos quadros mais preparados do universo jurídico do país, acham que a entrega de 46% do território estadual aos índios inviabiliza a natureza do Estado de RR. E agora ?

REITOR AD HOC

O novo Reitor da Universidade de Brasília, Roberto Aguiar, tem a ingrata missão de colocar a locomotiva nos trilhos, ou seja, fazer com que a máquina universitária continue a andar, após os desvios cometidos pelo ex-reitor Timothy Mulholland. Ex-secretário de segurança no Rio de Janeiro e no Distrito Federal, o novo reitor tem o verbo "investigar" na ponta da língua. Vai investigar as relações da Universidade com suas fundações. Quanta saudade dos tempos em que Universidade era o espaço universal do conhecimento e em que o reitor deixava a tarefa de investigar aos organismos policiais ! Vocês já notaram que o país está virando uma gigantesca Delegacia de Polícia ?

CARLOS EDUARDO, NOVO OMBUDSMAN

Carlos Eduardo Lins da Silva é um dos mais qualificados profissionais do jornalismo brasileiro. Conheço-o desde os idos de 1970, quando tive o privilégio de tê-lo como aluno na Faculdade Cásper Líbero. Trabalhou na Proal, comigo e Manoel Chaparro. Foi para a Folha de S.Paulo, onde desempenhou o cargo de diretor-adjunto, após tarefas de reportagem. Na USP, convidado pelo prof. Marques de Mello, nosso mestre-maior, passou conosco boa temporada. Ali fez doutorado e livre-docência. Deixou-nos para uma temporada profícua nos Estados Unidos. Ali também foi correspondente da Folha. Saiu, recentemente, de uma empresa de consultoria de articulação político-institucional. E, após rápida passagem como âncora do programa Roda Viva, na TV Cultura, volta à Folha de S.Paulo como ombudsman. O jornal e os leitores estão de parabéns.

A SOGRA NO JATO DE CID

Que governadores queiram "vender" seus Estados pelo mundo afora, é compreensível. Os capitais especulativos se espalham como nuvens procurando oportunidade para descerem nas regiões com bons negócios. O governo de um Estado pobre como o Ceará, não se pode dar ao luxo de alugar um jato, para levar uma comitiva do governador, por 10 dias, à Europa. Por que não usar aviões de carreira ? O custo do jato : R$ 388,5 mil. O governador Cid Gomes exagerou mais : levou a sogra e as mulheres dos secretários que o acompanharam. Esse é o país que troca as mãos pelos pés e vice-versa.

7º FORUM DE EMPRESÁRIOS

Cerca de 350 empresários, 10 governadores, deputados e senadores participarão - entre 19 e 21 próximos - do 7º Fórum Empresarial, em Comandatuba, na Bahia. O tema desse ano, objeto do Fórum de Governadores, será Educação Pública de Qualidade. O Brasil se orgulha de exibir uma economia estável, superávits fiscais, carga tributária nas alturas e a maior rede de proteção social das últimas décadas. Mas a Educação Básica é capenga. Quando teremos um sistema educacional de qualidade ? Essa é a questão que o presidente do Lide e da Doria Associados, João Doria Jr., vai jogar para os debatedores do tema.

CÚPULA PETISTA E TERCEIRO MANDATO

Desistam aqueles que querem entender como funciona a cabeça dos petistas. A cúpula do partido, presidida por Ricardo Berzoini, desautoriza manobras e traquinagens em favor de um terceiro mandato para Lula. Quanto mais a ordem é expedida e repetida, tanto mais apoios o terceiro mandato ganha. O prefeito João Paulo, do Recife, é um dos mais animados. A governadora do Pará puxa aplausos à idéia. Lula repele com veemência a jogada. Aqui pra nós, tudo isso não parece uma grande armação ?

PAPA CHEGOU ANTES

Esse papa Bento XVI sabe antecipar-se ao verbo crítico. Antes de chegar aos Estados Unidos, onde a Igreja Católica já tirou dos cofres mais de US$ 2 bilhões para ressarcir pessoas que teriam sido envolvidas por padres pedófilos, foi direto ao assunto. Chega em atitude de penitência, vergonha e arrependimento. Ele se disse "envergonhado" com a situação. Qualquer pergunta a mais nesse sentido perde força.

E AS PESQUISAS DE SÃO PAULO ?

Gilberto Kassab teria pesquisas que mostram seu contínuo crescimento. Também, pudera. Os tucanos estão rachados e de bicos calados. Está quase passando da hora de Geraldo Alckmin anunciar sua candidatura. Marta Suplicy cresce no vácuo. Seria bom ter os três candidatos. A bolsa de apostas do segundo turno vai subir a montanha.

NÓ EM PINGO D'ÁGUA

Jô Soares esperava constranger o presidente do Senado e do Congresso, Garibaldi Alves, ao convidá-lo para dançar um bolero com uma moça postada na platéia. Garibaldi respondia a todas as questões de maneira pausada. Fez com que o apresentador, muito cheio de palavras, entrasse em seu ritmo. E Jô, para surpreendê-lo, veio com o desafio do bolero. O senador não se fez de rogado. Dançou conforme a música. E o que poderia aparecer ridículo, acabou sendo muito natural. A platéia aplaudiu.

CONSELHO AO GOVERNADOR CID GOMES

Esta Coluna dedica sua última nota a pequenos conselhos aos políticos, governantes e líderes nacionais. Na edição passada, o espaço foi destinado ao presidente Lula. Hoje, volta sua atenção ao governador Cid Gomes, do Ceará.

1. Antes que a fogueira se acenda e o jato alugado para ir a Europa pegue fogo, devolva ao cofre público o dinheiro pago com familiares na viagem.

2. Ordene aos seus secretários que façam o mesmo.

3. Na próxima viagem, use aviões de carreira.

________________

Atualizado em: 17/4/2008 08:38

COORDENAÇÃO

Gaudêncio Torquato, jornalista, consultor de marketing institucional e político, consultor de comunicação organizacional, doutor, livre-docente e professor titular da Universidade de São Paulo e diretor-presidente da GT Marketing e Comunicação.

Publicidade