terça-feira, 26 de janeiro de 2021

COLUNAS

Publicidade

Porandubas nº 157

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

O QUE LULA VAI FAZER ?

O presidente Luiz Inácio está começando a ensaiar passos para o futuro. O que vou fazer depois que deixar a presidência ? De que vivem os ex-presidentes ? Será interessante ou não formar um Instituto, nos moldes da entidade fundada por FHC ? Em conversas reservadas, Lula manifesta, ainda, certo - e longínquo - interesse em se candidatar a senador. Para não passar quatros anos no limbo. Se for candidato a senador por Pernambuco, Lula terá cerca de 90% dos votos. Um banho.

GRAMPO

O presidente, desta feita, foi rápido. Afastou a cúpula da ABIN, até que se apure o caso. Os responsáveis serão severamente punidos. O ministro Gilmar Mendes estava muito nervoso quando fez o relato do grampo ao presidente. Com o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), Lula deu um show de conhecimento sobre a política goiana. Gostaria de emplacar naquele Estado o nome de Henrique Meirelles, o hoje poderoso presidente do Banco Central. Mas tem Iris Rezende na jogada. Que deverá ganhar de goleada a prefeitura de Goiânia. Nesse caso, se habilitaria ao governo do Estado com grandes chances de levar a melhor.

CIRO SE HABILITA

Quem começa a jogar seu nome no tabuleiro é o deputado Ciro Gomes. Faz questão de demonstrar a amizade que tem com o governador Aécio Neves. Na terça-feira pela manhã, durante as comemorações dos 40 anos da Revista Veja, fez palestra de 10 minutos sobre o futuro do Brasil. Escolheu Aécio Neves para mandar um cumprimento especial. Ciro também se joga na chapa de Dilma Rousseff. Quando lhe perguntam se será cabeça de chapa ou vice, ele retruca : "Essa é outra questão, o tempo é quem vai dizer."

E O GRAMPO NO EXECUTIVO ?

O presidente do Senado e do Congresso Nacional, Garibaldi Alves Filho, não perde o bom humor. Ante a informação de que os presidentes do Senado (ele mesmo) e do Judiciário (Gilmar Mendes) teriam sido grampeados, saiu-se logo com essa : "Precisa haver isonomia. Se fomos grampeados, o Executivo também precisa ser."

CAMPANHA QUENTE

A campanha eleitoral esquenta. Em São Paulo, a previsão é a da subida do prefeito Gilberto Kassab. As projeções apontam para seu ingresso no segundo turno no lugar de Geraldo Alckmin. Kassab está solto. Alckmin, amarrado. Marta, feliz, está bem na dianteira, assegurando passagem para o segundo turno. Que terá outro clima, outro ritmo e outras circunstâncias.

QUE VICE, HEIN ?

Se John McCain escolheu uma política conservadora - Sarah Palin - para pegar o voto mais tradicional, poderá cair do cavalo. A filha da governadora do Alasca, Bristol, de 17 anos, está grávida de cinco meses. Vai ter de explicar esse conservadorismo ao eleitorado. McCain queria chamar a atenção para abafar o sucesso da Convenção Democrata. O tiro saiu pela culatra.

SERRA NA CAMPANHA

Geraldo Alckmin se esforça para trazer o governador José Serra ao palanque de sua campanha. E Serra promete ir. Ora, não agregará coisa alguma. Apenas consolidará o voto de quem já se decidiu. Em São Paulo, o voto tem um componente local, relacionado a micro-política, as questões locais/regionais.

QUE COISA ESTRANHA, HEIN ?

Empresários do Açúcar e Álcool estranham a morosidade no trânsito de financiamentos do BNDES. A impressão é a da existência de dois bancos : um que financia Oi e Vale com bilhões; outro que posterga a análise de processos. Ou melhor, parece haver três bancos : há também o BNDES que liberou recentemente R$ 1 bilhão para investimentos em álcool; ocorre que essa grana foi para um grupo comandando por ex-dirigente estatal, sem experiência no setor. Moral da história : "todos são iguais para o BNDES, mas alguns são MAIS iguais."

DRIBLE NAS PALAVRAS

A ABIN, como instituição, não grampeou o ministro Gilmar Mendes, presidente do STF. Palavra do general Jorge Felix, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, a quem se subordina a Agência. Porém, membros da ABIN podem ter cometido o ato. Sem autorização, claro.

CONGRESSO DA INTERCOM

A Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação - Intercom - a maior entidade brasileira do campo da comunicação, fará seu XXXI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, em Natal, entre hoje e sexta feira. Este escriba estará em Natal, amanhã, para proferir palestra sobre um dos expoentes do jornalismo brasileiro : Calazans Fernandes. Na mesma sessão, o experimentado jornalista e professor Manuel Chaparro discorrerá sobre a figura de d. Eugênio Sales, que foi arcebispo de Natal e um empreendedor no campo da comunicação, enquanto Carlos Eduardo Lins da Silva, ombudsman da Folha de São Paulo, falará sobre o perfil e a história de Aluizio Alves, ex-deputado, ex-ministro, ex-governador e um dos expoentes do marketing político do Brasil. 

PERGUNTAS

Afinal, quantos projetos de açúcar e álcool tiveram pré-enquadramento no BNDES nos últimos 2 anos ? Qual o valor médio destes projetos ? Quantos contratos de financiamento foram assinados, entre os que tiveram pré-enquadramento nos últimos 2 anos ? Qual o valor médio dos contratos assinados ? O BNDES deve ser mais acessível aos pequenos. A concentração de crédito por projeto é danosa em termos de risco e inusual no mercado bancário.

E TARSO, HEIN ?

Tarso Genro está no meio do foguetório. Todos os dias, correm boatos de que estaria na mira de Lula. Mas o presidente gosta do gaúcho, por sinal um dos quadros mais competentes do PT. Mas o ainda poderoso José Dirceu parece não gostar do grupo de Tarso. Vamos ver até vai onde essa disputa.

O PLANO B

Lula tem um Plano B, caso não emplaque o nome da poderosa ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, também conhecida como "mãe do PAC". Trata-se de Fernando Haddad, ministro da Educação, que começa a gastar saliva em palcos de palestras. Já, já, estará freqüentando palanques de campanhas.

SOBE E DESCE

Atenção! Marcio Lacerda, o candidato do PSB de Ciro Gomes, poderá ganhar a Prefeitura de Belo Horizonte já no primeiro turno. Tem um programa longo de TV. Aécio Neves e Fernando Pimentel, governador do Estado e prefeito da capital, alavancam seu nome. Em Natal, Micarla de Sousa (PV), desce 10 pontos percentuais e Fátima Bezerra, candidata do PT, apoiada pela governadora, pelo senador Garibaldi Alves e pelo prefeito de Natal, Carlos Eduardo, sobe 10 pontos percentuais. A campanha poderá correr para o segundo turno. No Rio de Janeiro, Marcelo Crivella cai. O candidato do PMDB, Eduardo Paes, apoiado pelo governador Sérgio Cabral, tem chances de vencer a parada. No segundo turno.

CONSELHO AOS CANDIDATOS A VEREADOR

Esta Coluna dedica sua última nota a pequenos conselhos aos políticos, governantes e líderes nacionais. Na edição passada, o espaço foi destinado aos atletas brasileiros participantes da Olimpíada de Pequim. Hoje, volta sua atenção aos candidatos a vereador :

1. Usem o pouco tempo de que dispõem para dizer coisa com coisa : uma proposta crível, uma idéia interessante, uma mensagem com uma base de conteúdo.

2. Evitem gracinhas, mágicas e sortilégios.

3. Saibam que, na ponta da linha, há um telespectador que deseja respeito e educação.

_________________

Atualizado em: 3/9/2008 08:23

Publicidade