sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

SMS, WhatsApp e eleições

Pedro Nicoletti Mizukami

"Os candidatos nunca devem bater na porta dos eleitores sem lhes oferecer a oportunidade de recusar futuras visitas."

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

O recebimento de propaganda eleitoral via SMS e WhatsApp tem causado transtorno a diversos eleitores no Rio de Janeiro. Dois dos candidatos que disputam o Governo do Estado, Anthony Garotinho e Pezão, têm feito uso constante desses meios. Garotinho, em particular, é bastante eficiente no SMS.

Uma resolução do TSE de 2014 proibiu o telemarketing em campanhas eleitorais, com a justificativa de que seu uso violaria a intimidade e sossego do eleitor. No momento, uma ação ajuizada pelo PT do B questiona se tal proibição não seria inconstitucional, argumentando que, em primeiro lugar, ela não seria abusiva e, em segundo, deveria ter sido estabelecida por lei, em vez de resolução. Enquanto a decisão não chega, surge a dúvida: se telemarketing é proibido, o que dizer de SMS e WhatsApp? Os paralelos são evidentes; a solução jurídica, nem tanto.

A representação contra Garotinho apresentada ontem pelo MPE ao TRE/RJ entende que o envio de mensagens via SMS e WhatsApp equivale a telemarketing, sendo proibido, portanto, o seu uso eleitoral.

Controvérsias à parte, outro dispositivo da resolução é definitivamente aplicável ao caso: mensagens eletrônicas enviadas por qualquer meio em campanhas eleitorais devem, necessariamente, oferecer mecanismos para o efetivo descadastramento, pelo destinatário, em 48 horas.

Constitucional ou não a proibição ao telemarketing - e atingindo esta ou não o uso de SMS e WhatsApp -, os candidatos nunca devem bater na porta dos eleitores sem lhes oferecer a oportunidade de recusar futuras visitas.

__________

*Pedro Nicoletti Mizukami é pesquisador do Centro de Tecnologia e Sociedade da FGV Direito RIO e colunista do blog Conexão Eleitoral - Estadão.

Fundacao Getulio Vargas

Atualizado em: 17/9/2014 14:39

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

AUTORES MIGALHAS VIP

Carla Domenico

Migalheira desde 2011

Teresa Arruda Alvim

Migalheira desde 2006

René Ariel Dotti

Migalheiro desde 2006

Maria Berenice Dias

Migalheira desde 2002

Abel Simão Amaro

Migalheiro desde 2004

Ricardo Alves de Lima

Migalheiro desde 2020

Celso Cintra Mori

Migalheiro desde 2005

Pedro Dalese

Migalheiro desde 2020

Guershom David

Migalheiro desde 2020

Luís Roberto Barroso

Migalheiro desde 2003

Publicidade