sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Medo do fracasso: como enfrentar este vilão em nossas vidas

Você já teve tanto medo de fracassar em alguma situação a ponto de desistir até mesmo de tentar? Saiba como é possível diminuir essa sensação e usá-la a seu favor.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Não vou falar aqui do medo essencial. Aquele que nos impede de fazermos loucuras para preservarmos as nossas vidas. Todos nós sabemos o quanto ele é fundamental para que possamos sobreviver. O objetivo aqui é abordar o medo do fracasso, aquele que nos trava, que nos escraviza, que tem efeitos destrutivos, por nos levar a acreditar em problemas estatisticamente improváveis. É para falar do medo "do mal", se é que assim posso chamá-lo, e de como podemos vencê-lo.

Você já teve tanto medo de fracassar em alguma situação a ponto de desistir até mesmo de tentar? Já passou por ocasiões em que o medo tenha feito com que você, inconscientemente, se sabotasse com milhões de justificativas para evitar enfrentá-las?

Muitos provavelmente já passaram por estas experiências em algum momento. O medo de falhar pode ser paralisante, impedindo-nos de dar um passo a frente e, portanto, de avançar nas nossas vidas. Contudo, ao permitirmos que o medo pare o nosso progresso, nos submetemos à perda de algumas grandes oportunidades no nosso caminho.

O medo do fracasso pode aparecer em várias situações. Podemos reconhecê-lo quando sentimos uma relutância em experimentar coisas novas ou nos envolvemos em projetos desafiadores; quando nos sabotamos procrastinando ou sentindo uma ansiedade excessiva em relação a um objetivo; quando existe falta de autoconfiança e repetimos para nós mesmos que não somos bons o suficiente para determinada coisa, terminando por nos convencer disso; ou ainda quando apenas nos permitimos enfrentar aquilo que sabemos que realmente somos bons, visto que praticamente não há chance de insucesso.

Se você viveu alguma destas situações de medo do fracasso e se sente incomodado com a sensação experimentada, já pensou em como diminuí-la e começar a usá-la em seu favor?

Em primeiro lugar, é importante aceitar que em tudo o que fazemos, sempre há uma chance de falharmos. Saber que esta possibilidade existe e abraçá-la, não é apenas uma maneira corajosa de lidar, como também pode nos proporcionar uma vida muito mais plena e gratificante.

Outra forma interessante de reagir é analisar todos os resultados possíveis de uma situação. Muitas pessoas experimentam o medo do fracasso, porque temem o desconhecido. O medo nos faz projetar os acontecimentos futuros, imaginando aquilo que pode acontecer e dar errado. Considerar todos os possíveis resultados de sua decisão vai ensiná-lo a mapear aquilo que realmente é possível e aquilo que está sendo superestimado. Com este cenário mais realista, será mais fácil seguir em frente.

É importante também aprender a pensar de maneira positiva. Muitas vezes somos demasiadamente severos e injustos conosco, de uma forma que jamais seríamos com colegas ou membros da nossa equipe. Isto, somado a alguns pensamentos negativos, pode causar estresse e infelicidade intensa, prejudicando gravemente a nossa autoconfiança. Monitorar o nosso modo pessimista de pensar e começar a focar em outro mais otimista é um método altamente poderoso para construir a autoconfiança e neutralizar a autossabotagem.

Por fim, tenha um plano de contingência. Se você tem medo de falhar em alguma coisa, ter um "plano B" pode ajudá-lo bastante a se sentir mais confiante para seguir adiante.

O melhor de tudo isso é que esta habilidade de superar os medos pode ser desenvolvida por qualquer um. É claro que não acontece num passe de mágica ou sem nenhum esforço. Este aprendizado é consequência de uma intenção deliberada e ação consciente no sentido aprender a lidar com as coisas nos assustam. Entretanto, os resultados são excelentes, especialmente se optar pela ajuda de um profissional.

Temer a falha a ponto de nem sequer tentar impede-nos de conhecer, verdadeiramente, aquilo que somos capazes de atingir. Por isso, enfrentar o medo não apenas nos faz crescer como pessoa, como também nos permite expandir as possibilidades que cercam as nossas vidas, a fim de nos tornarmos muito mais plenos.

____________________

*Maria Olívia Machado é coach, advogada e sócia da Thelema Coaching para Advogados.






*Ana Barros é coach, advogada e sócia da Thelema Coaching para Advogados.

Atualizado em: 2/2/2015 14:54

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

AUTORES MIGALHAS VIP

Ricardo Penteado

Migalheiro desde 2008

Guilherme Alberge Reis

Migalheiro desde 2020

Cesar de Lima e Silva

Migalheiro desde 2019

Leonardo Quintiliano

Migalheiro desde 2019

Gustavo Binenbojm

Migalheiro desde 2005

Celso Wanzo

Migalheiro desde 2019

Diego Mancini Aurani

Migalheiro desde 2020

Maria Berenice Dias

Migalheira desde 2002

Gilberto Bercovici

Migalheiro desde 2007

Gilberto Giusti

Migalheiro desde 2003

André Lucenti Estevam

Migalheiro desde 2020

Daniele Sampaio

Migalheira desde 2020

Jocineia Zanardini

Migalheira desde 2020

Publicidade