segunda-feira, 30 de novembro de 2020

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

TST altera forma de correção dos débitos judiciais trabalhistas

Pedro Henrique Fontenele

Todo o contingenciamento de provisões até então efetuados pelas empresas que possuem ações tramitando na Justiça do Trabalho precisarão ser revistos para sofrer um significativo acréscimo.

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Certa feita o ex-ministro Pedro Malan disse que "No Brasil até o passado é imprevisível". E com a recente alteração da regra de correção monetária dos débitos judicias trabalhistas definida pelo TST, podemos constatar o quão real e atual é esta frase.

Em recente decisão proferida, o pleno do TST declarou inconstitucional a atualização dos valores pela TR - Taxa Referencial, índice previsto no artigo 39 da lei 8.177/91, que vinha sendo aplicado desde então.

Em substituição à TR, o TST determinou a adoção do Índice de Preços ao Consumidor Amplo-Especial (IPCA-E) que é calculado com base na inflação do mês anterior e, assim, vigora fixo no mês inteiro, calculando-se os juros até a data do pagamento.

O efeito prático desta alteração resulta na elevação do índice de correção monetária dos débitos judicias trabalhistas na ordem de aproximadamente 35% (trinta e cinco por cento) e, ainda, com efeito retroativo até junho de 2009. Isto significa dizer que todo o contingenciamento de provisões até então efetuados pelas empresas que possuem ações tramitando na Justiça do Trabalho precisarão ser revistos para sofrer um significativo acréscimo.

___________

*Pedro Henrique Fontenele é advogado do escritório Albuquerque Pinto Advogados.

 

 

 

Atualizado em: 2/10/2015 08:19

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

AUTORES MIGALHAS VIP

Luis Felipe Salomão

Migalheiro desde 2014

Antonio Pessoa Cardoso

Migalheiro desde 2004

Carlos Barbosa

Migalheiro desde 2019

Levi Rezende Lopes

Migalheiro desde 2020

Pablo Domingues

Migalheiro desde 2017

Jones Figueirêdo Alves

Migalheiro desde 2011

Maria Berenice Dias

Migalheira desde 2002

Quésia Falcão de Dutra

Migalheira desde 2019

Gisele Nascimento

Migalheira desde 2017

Celso Cintra Mori

Migalheiro desde 2005

Publicidade