sexta-feira, 27 de novembro de 2020

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

O INPI e a demora na concessão de patentes

Agora, fala-se em solução "extraordinária" concedendo-se todos os pedidos de patentes pendentes, exceto os da área farmacêutica.

quarta-feira, 26 de julho de 2017

O texto do colega Ivan Ahlert sob o título supra lembra tentativas pretéritas de solucionar o atraso do INPI (que a Autarquia chama de back-log para não parecer atrasada).

Quando o INPI ainda era DNPI (anos 60) surgiu a famosa Portaria 40 que exigiu que todos os requerentes de marcas apresentassem comprovante do contrato social e procuração, sob pena de arquivamento definitivo de processo administrativo. Com isso, na linguagem do DNPI "solucionaram-se" milhares de processos.

Mais tarde com a entrada em vigor do Código da Propriedade Industrial de 1971 criou-se o chamado "exame diferido" de patentes. Assim, passados 36 meses o depositante deveria recolher uma taxa de exame técnico.

O não recolhimento significaria que o depositante não mais se interessava por obter a patente. Outra leva de processos foi definitivamente para o arquivo.

O aumento progressivo do valor das anuidades de patentes também tinha por fim desestimular os requerentes de patentes.

Ainda, a Lei de Propriedade Industrial de 1996 eliminou o exame técnico dos desenhos industriais, transformando-os em simples registros automáticos.

Ao mesmo tempo, todas as instituições de PI, desde a Organização Mundial de Propriedade Intelectual, órgãos regionais e nacionais, estimulam seus cidadãos a utilizarem o sistema de propriedade industrial.

Agora, fala-se em solução "extraordinária" concedendo-se todos os pedidos de patentes pendentes, exceto os da área farmacêutica.

Como advogado da área, fico muito feliz, já que o poder judiciário vai ficar atulhado de ações de nulidade (cabíveis) e de contrafação de patentes (incabíveis).

Em seguida, o judiciário deverá organizar uma força tarefa para limpar a área, talvez criando um órgão administrativo para essa triagem (um INLI, Instituto Nacional de Limpeza Industrial).

Finalmente, após a "solução extraordinária" só nos resta esperar a "solução final".

__________

*Newton Silveira é advogado sócio do escritório Newton Silveira, Wilton Silveira e Associados - Advogados.

Atualizado em: 25/7/2017 08:10

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

AUTORES MIGALHAS VIP

Scilio Faver

Migalheiro desde 2020

Selma Ferreira Lemes

Migalheira desde 2005

Pablo Domingues

Migalheiro desde 2017

Lenio Luiz Streck

Migalheiro desde 2005

Paulo Henrique Cremoneze

Migalheiro desde 2019

Teresa Arruda Alvim

Migalheira desde 2006

Pedro Dalese

Migalheiro desde 2020

Gustavo Abdalla

Migalheiro desde 2019

Luís Roberto Barroso

Migalheiro desde 2003

Jeniffer Gomes da Silva

Migalheira desde 2020

Guershom David

Migalheiro desde 2020

Publicidade