quinta-feira, 22 de outubro de 2020

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Gerir bem para advogar melhor

Assim como as empresas de todos os setores, o sucesso dos escritórios de advocacia está cada vez mais relacionado à sua capacidade de captar, absorver e responder de maneira rápida, eficaz e flexível às novas demandas impostas pelas fulminantes transformações do Brasil e do mundo neste século.

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

No âmbito do permanente processo de desenvolvimento do setor jurídico, um passo significativo seria aprimorar a gestão dos escritórios, com a utilização dos modernos recursos tecnológicos, métodos e técnicas avançadas de administração. Tal avanço contribuiria para que a atividade-fim das bancas tivesse ainda mais eficácia.

As faculdades de direito do Brasil não costumam incluir matéria básica de administração na grade de disciplinas da graduação. Assim, é importante que os profissionais e os sócios dos escritórios deem agora atenção a esse tema, pois com o avanço da tecnologia e sua aplicação por parte dos clientes, o crescimento do número de demandas e da complexidade do ambiente econômico e social, a eficácia do direito estará cada vez mais ligada à eficiência dos processos administrativos. Em outros países essa percepção já é mais recorrente, como nos Estados Unidos, por exemplo, onde as faculdades de direito ministram cursos de administração.

Gerir bem os escritórios é cada vez mais necessário, principalmente nas grandes bancas, dedicadas ao contencioso de massa e grande número de processos. É preciso que os fluxos internos de controle sobre os prazos a serem cumpridos, protocolo de documentos e petições nos cartórios judiciais e outros trâmites que exigem rigorosa administração e métodos sejam muito eficazes, ágeis, precisos e à prova de falhas. Quando isso não ocorre, aumentam o risco de prejuízos ao escritório e, o que é mais grave, para seus clientes. Por isso, é importante investir em práticas e estruturas de gestão e bons administradores.

As bancas, além da excelência no exercício do direito, devem ter completo domínio das áreas de planejamento e controle operacional, de finanças e contabilidade, da tecnologia da informação e de recursos humanos. Ao cumprir essas exigências, estará estabelecendo um imenso diferencial e se credenciando a corresponder às expectativas e necessidades efetivas do mercado. A boa administração e o emprego da tecnologia também contribuem para o enfrentamento dos entraves relacionados à estrutura invariavelmente precária, morosa e burocratizada da Justiça, em especial nos cartórios.

Assim como as empresas de todos os setores, o sucesso dos escritórios de advocacia está cada vez mais relacionado à sua capacidade de captar, absorver e responder de maneira rápida, eficaz e flexível às novas demandas impostas pelas fulminantes transformações do Brasil e do mundo neste século. Nesse sentido, a boa administração dos escritórios é fundamental para que a prática do direito seja ainda mais eficaz. Os advogados terão mais segurança e estímulo ao saber que, no exercício da ciência jurídica, são respaldados por uma estrutura eficiente de gestão, tecnologia, métodos e recursos humanos.

______________

*Luiz Felipe Perrone dos Reis é sócio do escritório Paulo Reis Advogados Associados.

Atualizado em: 21/11/2017 17:11

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

É Autor Migalhas? Faça seu login aqui

AUTORES MIGALHAS

Luis Renato Avezum

Migalheiro desde 2014

Brenda Guerra

Migalheira desde 2020

Matheus Romero Martins

Migalheiro desde 2020

Erickson Gavazza Marques

Migalheiro desde 2006

Luiz Roberto Ayoub

Migalheiro desde 2013

Giovanni Ettore Nanni

Migalheiro desde 2003

Joaquim Manhães Moreira

Migalheiro desde 2003

Gilberto Bercovici

Migalheiro desde 2007

Laura Kurth

Migalheira desde 2020

Mario Luiz Elia Junior

Migalheiro desde 2006

Publicidade