sábado, 24 de outubro de 2020

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Instituto Brasileiro de Direito e Religião - IBDR

Natammy Luana de Aguiar Bonissoni, Marcelo Sampaio Soares de Azevedo, Thiago Rafael Vieira e Jean Marques Regina

O instituto será um dos primeiros centros fomentadores de ideias sobre o tema que tem como um de seus objetivos capacitar alunos e profissionais a partir de uma visão cristã acerca da evolução histórica da sociedade e prepará-los para lidar com os principais desafios da atualidade relacionados às temáticas do Direito, da religião, da teologia e de seus desdobramentos filosóficos, éticos, econômicos e morais.

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Fundado no dia 21 de novembro, o Instituto Brasileiro de Direito e Religião, um dos primeiros think tanks sobre Law and Religion do país. O evento de fundação ocorrerá na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em seu centro histórico. O IBDR, como comumente será chamado, terá como finalidade ser uma fábrica de ideias a respeito do tema e sua interação com outras áreas de conhecimento, como história, filosofia, economia e teologia.

 

O Instituto pretende proporcionar um espaço de discussões aberto e plural com o objetivo de preparar os seus membros para lidar com os principais desafios jurídico-políticos da atualidade, a fim de contribuir com os debates públicos e privados.

 

Por ser o primeiro instituto autônomo a respeito do assunto no país, o IBDR criará para os seus associados, por meio das postagens em seu blog e produção de artigos científicos de alto impacto, um banco de dados inédito no Brasil, buscando sempre a disseminação de estudos vinculados ao Direito e à Religião sob a ótica da tradição judaico-cristã.

 

Por que um instituto de direito e religião?

Estado e religião são duas esferas que na atualidade carregam um conflito intrínseco que infelizmente não são bem recebidas quando escritas juntas. Todavia, através da leitura de acontecimentos históricos é perceptível a influência da religião sobre a construção das famílias, sociedades e Estados; e, por meio de uma simples análise sobre as principais divergências culturais, políticas e jurídicas nos dias atuais, é possível perceber a estreita ligação entre o discurso religioso e o pensamento político-jurídico.

 

Um bom exemplo é a constatação realizada por John Adams, segundo presidente dos Estados Unidos. Para o federalista, a Constituição norte-americana havia sido produzida para um povo moral e religioso, sendo completamente inadequada para o governo de qualquer outro, demonstrando que os valores constitucionais resguardados pela Carta Magna recém publicada só poderiam ser usufruídos por pessoas que, apesar da pluralidade já existente na América, compartilhassem de valores morais e religiosos semelhantes e que considerassem os ideais de liberdades e responsabilidades apresentados pelos pais fundadores.

 

Ademais, ao analisar o histórico moral, cultural e político do Brasil é possível verificar que o Estado brasileiro urge por instituições que se preocupem com a seriedade da pesquisa científica a fim de apresentar soluções que levem em consideração a impossibilidade de separar o ser humano da sua natureza religiosa, a fim de alcançar um conhecimento técnico e prático que contribua para a formação de profissionais capacitados e conscientes da profundidade histórica da formação da tradição jurídica ocidental, construída a partir dos pressupostos apresentados pela tradição judaico-cristã.

É a partir deste entendimento que surge a proposta do IBDR, o Instituto Brasileiro de Direito e Religião. O instituto será um dos primeiros centros fomentadores de ideias sobre o tema que tem como um de seus objetivos capacitar alunos e profissionais a partir de uma visão cristã acerca da evolução histórica da sociedade e prepará-los para lidar com os principais desafios da atualidade relacionados às temáticas do Direito, da religião, da teologia e de seus desdobramentos filosóficos, éticos, econômicos e morais.

___________________

Fundadores do IBDR

Alex Catharino , Angela Gandra da Silva Martins, Antônio Cabrera, Augusto Ventura, Candido Alexandrino Barreto Neto, Davi Charles Gomes, David Teixeira Rezende, Euder Faber, Francisco Razzo, Franklin Ferreira, Ives Gandra da Silva Martins, Jean Marques Regina, Jeová Barros de Almeida Júnior, Jonas Madureira, José do Carmo Veiga, Marcus Paulo Rycembel Boeira, Marcelo Sampaio Soares de Azevedo, Natammy Luana de Aguiar Bonissoni, Paulo Lutero de Melo, Paulo Seifert, Renato Vargens, Ricardo Rieth, Roberto Tambelini, Rogério Gandra Martins, Thiago Rafael Vieira, Tiago Santos, Thomas Heimann, Valmir Nascimento Milomem Santos, Vitor Pimentel Pereira e Warton Hertz.

___________________

*Natammy Luana de Aguiar Bonissoni é fundadora do Instituto Brasileiro de Direito e Religião - IBDR.

*Marcelo Sampaio Soares de Azevedo é fundador do Instituto Brasileiro de Direito e Religião - IBDR.

*Thiago Rafael Vieira é fundador do Instituto Brasileiro de Direito e Religião - IBDR.

*Jean Marques Regina é fundador do Instituto Brasileiro de Direito e Religião - IBDR.

Atualizado em: 27/9/2019 17:40

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

Publicidade