domingo, 17 de janeiro de 2021

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

A era dos criptoativos no Brasil e a nova instrução normativa RFB 1.888/19

Mariana Marcatto

Dentre as questões mais relevantes tratadas pela IN RFB 1.888/19 estão a definição do que são criptoativos e exchange de criptoativos, a delimitação de quais operações com criptoativos precisam ser informadas e as penalidades impostas aos que deixarem de prestar informações.

quarta-feira, 22 de maio de 2019

Quem já se rendeu à tendência global dos criptoativos precisa ficar atento à instrução normativa 1.888, publicada em maio pela Receita Federal do Brasil (RFB), que dispõe sobre a obrigatoriedade de prestar informações relativas às operações com criptoativos.

A prestação de informações se dará pelo Centro Virtual de Atendimento (e-CAC) e será mensal. E nos casos de pessoa jurídica que forneça serviços de operações com criptoativos, haverá também a obrigatoriedade de prestar informações sobre as operações dos usuários e de seus serviços.

Dentre as questões mais relevantes tratadas pela IN RFB 1.888/19 estão a definição do que são criptoativos e exchange de criptoativos, a delimitação de quais operações com criptoativos precisam ser informadas e as penalidades impostas aos que deixarem de prestar informações.

É importante entender que a instrução normativa se restringe a obrigações acessórias e por esta razão pode ser alterada a qualquer momento, uma vez que não existe ainda uma lei específica para o assunto.

Vale lembrar que tramita na Câmara dos Deputados o projeto de lei 2.060/19, que visa estabelecer um regime jurídicoResultado de imagem para criptoativos específico para os criptoativos. Mas enquanto este projeto não caminha, o cenário ainda é duvidoso, visto que a instrução normativa 1.888 foi a primeira a conceituar os criptoativos.

É de suma importância que exchanges e investidores analisem cuidadosamente as obrigações criadas pela instrução normativa 1.888, tendo em vista que o seu descumprimento pode acarretar na aplicação de penalidades.

Tão importante quanto entender a instrução normativa é fomentar o debate sobre a legalidade da imposição de tais obrigações acessórias, típicas de empresas equiparadas as instituições financeiras.

Adicionalmente, o primeiro passo dado pela RFB foi esclarecer no "Perguntas e Respostas" - IRPF"  (guia com respostas para dúvidas mais comuns relativas ao Imposto de Renda da Pessoa Física), sobre a obrigatoriedade de informar as criptomoedas na Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física, bem como, em determinadas situações, de oferecer à tributação os ganhos com a alienação de moedas virtuais.

Desta forma, o importante é ficar atento para evitar abusos por parte do Fisco Federal.

______________

t*Mariana Marcatto é advogada do escritório Braga & Moreno Consultores e Advogados.

Atualizado em: 21/5/2019 14:10

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

AUTORES MIGALHAS VIP

Renato da Fonseca Janon

Renato da Fonseca Janon

Migalheiro desde 2017
Roberto Rosas

Roberto Rosas

Migalheiro desde 2015
Justiliana Sousa

Justiliana Sousa

Migalheira desde 2020
Giselle Farinhas

Giselle Farinhas

Migalheira desde 2017
Celso Cintra Mori

Celso Cintra Mori

Migalheiro desde 2005
Carla Domenico

Carla Domenico

Migalheira desde 2011
Quésia Falcão de Dutra

Quésia Falcão de Dutra

Migalheira desde 2019
Anna Carolina Venturini

Anna Carolina Venturini

Migalheira desde 2014
Selma Ferreira Lemes

Selma Ferreira Lemes

Migalheira desde 2005

Publicidade