terça-feira, 24 de novembro de 2020

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

STJ impede emissão de CND para matriz quando filial possuir débitos

Esse novo posicionamento trará grande impacto para as empresas, sobretudo para aquelas que frequentemente contratam com o poder público, já que as certidões costumam ser exigidas tanto para licitações como para parcerias público-privadas.

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

O STJ, em recente decisão datada de 27/8/19, entendeu somente ser possível a emissão de certidões de regularidade fiscal para matriz e filiais se todos os estabelecimentos estiverem em situação regular. Referido posicionamento, adotado por maioria de votos em sessão realizada pela 1ª turma, altera a jurisprudência anteriormente firmada pela citada Corte. t

O entendimento superado, registre-se, era no sentido de que matriz e filiais seriam consideradas como contribuintes autônomas, de maneira tal que a situação da regularidade fiscal de cada uma delas deveria ser tratada de forma individualizada.

Esse novo posicionamento trará grande impacto para as empresas, sobretudo para aquelas que frequentemente contratam com o Poder Público, já que as certidões costumam ser exigidas tanto para licitações como para parcerias público-privadas.

 

____

t*Isabela Uchôa é advogada do escritório Baraldi Advocacia Empresarial.








t*Thiago Barbosa é advogado do escritório Baraldi Advocacia Empresarial.

Atualizado em: 12/9/2019 11:17

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

AUTORES MIGALHAS VIP

Giselle Farinhas

Migalheira desde 2017

Marcelo Branco Gomez

Migalheiro desde 2020

Roberto Rosas

Migalheiro desde 2015

Celso Wanzo

Migalheiro desde 2019

Ricardo Trajano Valente

Migalheiro desde 2020

Teresa Arruda Alvim

Migalheira desde 2006

Ronaldo de Jesus

Migalheiro desde 2019

Luciane Bombach

Migalheira desde 2019

Publicidade