sábado, 23 de janeiro de 2021

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Contabilidade Eleitoral Convencional: Principais características

Atendimento Migalhas

Contabilidade Eleitoral Convencional se trata de um serviço geralmente realizado com alta dose de trabalho manual, ou seja, conta com um profissional que desempenha as operações contábeis de maneira analógica, como registro das operações financeiras de uma campanha eleitoral.

quarta-feira, 6 de maio de 2020

t

A Contabilidade Eleitoral Convencional é marcada por algumas características, as quais a distingue da Contabilidade Eleitoral 4.0.

Uma das principais características da Contabilidade Eleitoral Convencional é que se trata de um serviço geralmente realizado com alta dose de trabalho manual, ou seja, conta com um profissional que desempenha as operações contábeis de maneira analógica, como registro das operações financeiras de uma campanha eleitoral.

A Contabilidade Eleitoral Convencional, também chamada de tradicional, vale-se de ferramentas analógicas/obsoletas para desenvolver as operações contábeis, como:

- Papeis;

- Reuniões presenciais, porém não que não seja importante hoje em dia, vale dizer;

- Registros em relatórios impressos;

- Etc.

A Contabilidade Eleitoral Convencional expressa um modo de operar que já não dialoga com as exigências da agora, marcada por uma significativa revolução tecnológica. O próprio processo de prestação de contas eleitorais já é digital, sua fiscalização também é digital. Faz algum sentido a contabilidade eleitoral não o ser?

Hoje, a maioria das operações contábeis pode ser otimizada a partir da adoção de soluções tecnológicas, como softwares, documentos digitais, etc.

Contabilidade Eleitoral 4.0

Antes de mais nada, vale dizer que a expressão 4.0 faz referência a Quarta Revolução Industrial pela qual a sociedade passa, com foco no mercado.

Em resumo, podemos dizer que se trata de uma revolução que foi causada sobretudo devido ao avanço da tecnologia, que modernizou ainda mais as operações dos mais diversos setores da sociedade, a exemplo da contabilidade eleitoral.

A tecnologia tem a capacidade de tornar os processos mais ágeis, seguros e econômicos, permitindo inclusive, mais tempo para os humanos serem humanos. São estes os princípios desse paradigma que teve seu início a partir dos anos 2000, quando a tecnologia avança e assume papel importante no desenvolvimento da sociedade. E agora, essa onda chega à Contabilidade Eleitoral.

Com a Contabilidade Eleitoral 4.0, pode-se alcançar com maior agilidade os objetivos de uma campanha eleitoral. Mais do que isso, na verdade, é possível uma realização mais eficiente das operações ligadas à Contabilidade Eleitoral, que pode ser resumida a três pontos:

- Registro das receitas de maneira automatizada, a partir de tecnologias ágeis e produtivas, como é o caso da Essent Jus com seu Robô de Arrecadação;

- Registro e controle dos gastos, a partir de mecanismos digitais, que são capazes de ajudar os coordenadores financeiros da campanha a visualizar de maneira mais simples e objetiva seu fluxo financeiro;

- Prestação de contas, a partir da ocorrência dos fatos contábeis da campanha (tempo real), os quais se materializam com a emissão de relatórios completos, regulares e seguros.

A Contabilidade Eleitoral 4.0 inaugura um novo modo de agir, ainda mais profissional, que se baseia no que há de mais moderno para garantir a realização e prestação de um serviço eficiente e de alta qualidade, utilizando tecnologias como Contabilidade Distribuída, Robotização de Tarefas, Machine Learning, Inteligência Artificial, AATR - Auditoria Automatizada em Tempo Real, dentre outras. E pode apostar, vai elevar a Contabilidade Eleitoral à um novo patamar.

_________

*Guilherme Sturm é CEO da Essent Jus.

Atualizado em: 6/5/2020 10:16

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

Publicidade