quarta-feira, 25 de novembro de 2020

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Possibilidade de renúncia das aposentadorias por idade, por tempo de contribuição e especial em face do art. 181-b do decreto 3.048/99

Nesse momento o exame acerca da renúncia às aposentadorias por idade, por tempo de contribuição e especial não tem como viés o aproveitamento do tempo de contribuição no mesmo ou em outro regime previdenciário. A preocupação é outra, diametralmente oposta.

quinta-feira, 28 de maio de 2020

t

1. Introdução

O cerne desse estudo é a norma restritiva de direitos prevista no decreto 3.048/99, desde a edição do decreto 3.265, em 29 de novembro de 1999, in verbis:

"Art. 181-B. As aposentadorias por idade, tempo de contribuição e especial concedidas pela previdência social, na forma deste Regulamento, são irreversíveis e irrenunciáveis.(Incluído pelo Decreto nº 3.265, de 1999)"1

Esse artigo foi alvo de discussões judiciais quando debatida a desaposentação e diante da fixação da tese pelo STF no sentido de que "no âmbito do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), somente lei pode criar benefícios e vantagens previdenciárias, não havendo, por ora, previsão legal do direito à 'desaposentação', sendo constitucional a regra do art. 18, § 2º, da Lei nº 8.213/91(Repercussão Geral RE 661.256/SC) é provável que o leitor questione a importância do tema.

Nesse momento o exame acerca da renúncia às aposentadorias por idade, por tempo de contribuição e especial não tem como viés o aproveitamento do tempo de contribuição no mesmo ou em outro regime previdenciário. A preocupação é outra, diametralmente oposta.

O conteúdo do art. 181-B do decreto 3.048/99 tem se revelado como um problema para muitos brasileiros detentores de direitos ao recebimento de pensões militares que, acusados de acumulação irregular em face do art. 292 da lei 3.765/60, são impedidos de renunciar a aposentadorias recebidas no âmbito do RGPS - Regime Geral de Previdência Social e acabam por sofrer como sanção o cancelamento de benefícios recebidos perante outros regimes previdenciários de valores maiores do que os pagos pelo INSS - Instituto Nacional do Seguro Social.

Essa problemática é a motivação ao exame da possibilidade de renúncia das aposentadorias por idade, tempo de contribuição e especial em face da previsão expressa do art. 181-B do decreto 3.048/99, e será objeto do breve estudo a seguir.

Para ler o artigo na íntegra clique aqui.

_________

1 BRASIL. Decreto 3.048, de 6 de maio de 1999. Aprova o Regulamento da Previdência Social, e dá outras providências. Diário Oficial de União. Brasília/DF. Publicado em: 7 de mai. de 1999. Disponível clicando aqui.

2 Art. 29. É permitida a acumulação: (redação dada peça medida provisória 2.215-10, de 31.08.01)

I - de uma pensão militar com proventos de disponibilidade, reforma, vencimentos ou aposentadoria; (redação dada peça medida provisória 2.215-10, de 31.08.01)

II - de uma pensão militar com a de outro regime, observado o disposto no art. 37, inciso XI, da Constituição Federal.(redação dada peça medida provisória 2.215-10, de 31.08.01).

_________

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília/DF: Senado Federal. 1988. Disponível clicando aqui.

BRASIL. Decreto 3.048, de 6 de maio de 1999. Aprova o Regulamento da Previdência Social, e dá outras providências. Diário Oficial de União. Brasília/DF. Publicado em: 7 de mai. de 1999. Disponível clicando aqui.

DAMASCENO, João Batista. Renúncia Voluntária à Aposentadoria, Desfazimento de Ato Administrativo Vinculado e Definitivo e Direito de Certidão de tal Ocorrência. Revista de Direito Administrativo. Nº 211. Jan/mar. 1998. FGV/SB. Rio de Janeiro. p. 271/280. Disponível clicando aqui.

DE MELO, Celso Antônio Bandeira. Curso de Direito Administrativo. 12ª ed. São Paulo. Malheiros. 2000.

IBRAHIM, Fábio Zambitte. Desaposentação: O Caminho Para uma Melhor Aposentadoria. Editora Impetus. Niterói. Rio de Janeiro. 2005.

_________

*Marta Stolze Lyrio é advogada Militante na Área Previdenciária. Sócia do escritório Ogawa, Lazzerotti & Baraldi Advogados. Graduada em Direito pela Universidade Salvador e especialista em Direito Tributário.

Atualizado em: 28/5/2020 10:35

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

AUTORES MIGALHAS VIP

Gustavo Santiago Martins

Migalheiro desde 2019

Carlos Barbosa

Migalheiro desde 2019

Diogo L. Machado de Melo

Migalheiro desde 2008

Ricardo Alves de Lima

Migalheiro desde 2020

Carla Louzada Marques

Migalheira desde 2020

Ricardo Trajano Valente

Migalheiro desde 2020

Allan de Oliveira Kuwer

Migalheiro desde 2020

Vanessa Mollo

Migalheira desde 2019

Almir Pazzianotto Pinto

Migalheiro desde 2003

Cleanto Farina Weidlich

Migalheiro desde 2007

Carla Domenico

Migalheira desde 2011

Douglas Lima Goulart

Migalheiro desde 2020

Justiliana Sousa

Migalheira desde 2020

Italo Bondezan Bordoni

Migalheiro desde 2019

Publicidade