segunda-feira, 26 de outubro de 2020

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Dicas para gestão de departamento jurídico eficiente

É impossível falar em um gestão estratégica para departamento jurídico sem identificar outros aspectos, alguns dos quais também presentes na gestão de escritórios de advocacia.

sexta-feira, 25 de setembro de 2020

t

Atualmente, talvez seja mais fácil perguntar com o que um departamento jurídico não precisa lidar, do que o que de fato ele trata. Afinal, cada vez maiores são as preocupações legais de uma empresa. E para isto, não é preciso nem se aprofundar muito em questões de governança corporativa e compliance. Basta observar questões de Direito do Consumidor, questões trabalhistas, proteção de dados, embora possamos discutir também as competências de cada departamento. Mas em torno de todas as atividade e do sucesso nelas está uma estratégia eficiente: a gestão de departamentos jurídicos.

Aspectos da gestão estratégica

Por um lado, a complexidade do mundo contemporâneo levou a uma divisão do trabalho. Por outro, contudo, essa complexidade exige cada vez mais uma visão ampliada dos negócios. E essa aparente contradição pode ser bastante visualizada na área da gestão.

Por essa razão, é impossível falar em um gestão estratégica para departamento jurídico sem identificar outros aspectos, alguns dos quais também presentes na gestão de escritórios de advocacia.

Assim, podem falar que a gestão de um departamento jurídico é o gerenciamento de processos e resultados referentes a:

  • Pessoas;
  • Processos;
  • Tarefas;
  • Finanças;
  • Conhecimento.

E agora falamos um pouco mais de cada área com dicas de como otimizar os processos de gestão dentro da empresa!

Como em qualquer área da empresa, a gestão de pessoas é uma parte essencial da gestão de um departamento jurídico.

E isto não apenas para melhorar o resultado da empresa e do departamento, mas também para garantir que:

  • O profissional esteja alinhado dentro da cultura e dos objetivos da empresa;
  • As expectativas de ambas as partes sejam atingidas;

Pessoas em funções adequadas e satisfeitas com a posição são mais produtivas. Isto não significa, contudo, não analisar seus resultados.

Como falaremos abaixo, a tecnologia pode auxiliar nesse processo, com relatórios de atividades por pessoa, além da análise dos resultados obtidos por cada uma.

Outro aspecto importante da gestão de departamentos jurídicos é a gestão de processos.

Muitos departamentos já investem mais na atuação consultiva e na negociação antes de um litígio. Afinal, além de mais vantajoso financeiramente, é melhor para a imagem da empresa. Contudo, ações continuam a existir. E é preciso, então, realizar um bom controle de processos judiciais.

Para isso, novamente, a tecnologia surge como aliada. Um sistema de gestão para departamento jurídico pode acompanhar os andamentos dos processos judiciais e as intimações em nome dos advogados constituídos. E o software, a depender da escolha, também poderá ser utilizado para controle das negociações extrajudiciais.

Fazer uma boa gestão de tarefas e de tempo é essencial em todas as atividades. Mas quando se fala em Direito, em demandas legais internas ou externas, as preocupações são um pouco maiores.

Antes de definir as tarefas dentro de um departamento jurídico, portanto, é necessário entender qual será a sua atuação perante a empresa. Ele cuidará de todos os aspectos legais ou atuará em conjunto a um escritório de advocacia que presta serviços para empresas?

Ainda pouco mencionada, a gestão do conhecimento é fundamental para quem trabalha em equipe. A dica, portanto, se aplica tanto à gestão de departamento jurídico quanto a um escritório de advocacia.

Como seus colaboradores atuam para garantir a consonância das teses? Como todos eles representam a mesma empresa?

Representar a mesma empresa não significa apenas utilizar o nome dela nas peças processuais. Não, significa transmitir seus valores em cada argumento.

Por fim, gestão de departamento jurídico inclui gestão financeira?

É difícil falar de uma gestão financeira própria para o departamento, já que incluso dentro de uma empresa. Contudo, cada área possui seu orçamento e precisa se organizar financeiramente dentro dele. Isto significa ver onde é possível investir ou economizar também.

Além disso, os departamentos jurídicos precisam estar atentos ao quanto pode sair ou entrar com base nos resultados de um processo. O dinheiro envolvido no judicial precisa ser contabilizado para que a empresa não seja pega de surpresa.

Um sistema jurídico como SAJ ADV, por exemplo, permite que você crie planos de conta e grupos de trabalho diferenciados. Assim, você conquista mais organização inclusive para o setor jurídico.

Experimente os benefícios da automatização do seu escritório e a segurança com prazos com o SAJ ADV. Faça um teste gratuito de 7 dias sem compromisso!

t

_________

t*Athena Bastos é mestra em Direito e analista de conteúdo do SAJ ADV - Software Jurídico.

Atualizado em: 25/9/2020 08:08

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

AUTORES MIGALHAS

Gabriel Junqueira Sales

Migalheiro desde 2019

João Victor Silva Costa

Migalheiro desde 2020

Bruno Baldinoti

Migalheiro desde 2019

Rafael Cezar

Migalheiro desde 2020

Bruno Dalarossa Amatuzzi

Migalheiro desde 2002

Carolina Zimmer

Migalheira desde 2011

Rafael Junior Soares

Migalheiro desde 2018

Marcelo Sacramone

Migalheiro desde 2020

Felipe Machado Caldeira

Migalheiro desde 2011

Guilherme D.F. Dominguez

Migalheiro desde 2018

Debora Müller

Migalheira desde 2018

Publicidade