segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Os vários tipos de seguros na nova Lei Geral de Licitações: Controvérsias, balanço e perspectivas

O texto aprovado pelo Senado foi remetido à sanção do Presidente da República para que a lei seja promulgada e publicada na imprensa oficial.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2020

(Imagem: Arte Migalhas)

(Imagem: Arte Migalhas)

1. Aprovação do novo Marco Legal de Licitações

No último dia 10 de dezembro de 2020, o Senado Federal, em sessão plenária, aprovou o Projeto de Lei 4.253/20 ("PL"), que estabelece um novo marco legal de licitações.  O PL revoga e consolida diversos diplomas legais que disciplinam a contratação pela Administração Pública de fornecimentos, serviços e obras, notadamente as Leis de Licitações (Lei 8.666/93), do Pregão (Lei 10.520/02), e o Regime Diferenciado de Contratações - RDC (Lei 12.462/11).

O texto aprovado pelo Senado2 foi remetido à sanção do Presidente da República para que a lei seja promulgada e publicada na imprensa oficial.

O novo marco legal de licitações e contratações pela Administração Pública prevê um prazo de vacatio legis de 2 (dois) anos - tempo suficiente para que tanto agentes públicos quanto entes privados se adaptem às inúmeras e muito bem-vindas modificações introduzidas no panorama legislativo.  Durante esse período tanto a Lei do Pregão, quanto a maior parte da Lei de Licitações e do RDC permanecerão em vigor.

Uma das muitas matérias profundamente modificadas no novo marco legal foi o sistema de garantias a ser fornecido pelo licitante, adjudicatário e contratado em favor da Administração. É disto que nos ocuparemos nesse artigo, no qual abordaremos, em sua primeira parte, as diversas influências e funções dos seguros privados na modelagem do novo programa de contratação pública insculpido pelo Congresso Nacional.  Na segunda parte do texto, examinaremos com maior ênfase o novo, importante e muito ampliado papel que o legislador relegou ao seguro-garantia como modalidade de garantia destinada a reduzir o problema crônico no Brasil das obras públicas inacabadas.4

Para ler o artigo na íntegra clique aqui.


Atualizado em: 28/12/2020 09:21

Felipe Bastos

Advogado, Mestre em Direito (LL.M.) pela University of Virginia School of Law, EUA. Pós-graduado (MBA) em Direito Securitário pela Escola Nacional de Seguros. Sócio de Veirano Advogados. Coordenador nacional das áreas de Resolução de Conflitos e de Seguros.

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

AUTORES MIGALHAS VIP

René Ariel Dotti

René Ariel Dotti

Migalheiro desde 2006
André Lucenti Estevam

André Lucenti Estevam

Migalheiro desde 2020
Gilberto Bercovici

Gilberto Bercovici

Migalheiro desde 2007
Márcio Aguiar

Márcio Aguiar

Migalheiro desde 2020
Edvaldo Barreto Jr.

Edvaldo Barreto Jr.

Migalheiro desde 2020
Luis Felipe Salomão

Luis Felipe Salomão

Migalheiro desde 2014
Sóstenes Marchezine

Sóstenes Marchezine

Migalheiro desde 2021
Carolina Amorim

Carolina Amorim

Migalheira desde 2020
Marco Aurélio Mello

Marco Aurélio Mello

Migalheiro desde 2014
Júlio César Bueno

Júlio César Bueno

Migalheiro desde 2004
Diogo L. Machado de Melo

Diogo L. Machado de Melo

Migalheiro desde 2008

Publicidade