quarta-feira, 21 de outubro de 2020

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Sérgio Arouca

Sérgio Arouca nasceu em Ribeirão Preto. Realizou seus estudos no Instituto de Educação Otoniel Mota e na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Estendeu seus estudos na UNICAMP para posteriormente prestar serviços na Nicarágua e na FIOCRUZ.

quinta-feira, 20 de maio de 2004

 

Sérgio Arouca

 

Sérgio Roxo da Fonseca*

 

Recebi a visita de jornalista da FIOCRUZ - Fundação Oswaldo Cruz - que estava em busca de informações sobre o grande sanitarista Sérgio Arouca. Fui seu amigo.

 

A FIOCRUZ está homenageando os três principais médicos sanistaristas brasileiros, com uma biblioteca virtual e com a inauguração de seus bustos. Oswaldo Cruz, Carlos Chagas e Sérgio Arouca.

 

Sérgio Arouca nasceu em Ribeirão Preto. Realizou seus estudos no Instituto de Educação Otoniel Mota e na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Estendeu seus estudos na UNICAMP para posteriormente prestar serviços na Nicarágua e na FIOCRUZ.

 

Exerceu grande influência na redação dos preceitos constitucionais que disciplinam a saúde pública. Foi deputado federal e candidato a vice-presidente da República.

 

Passamos juntos pelas cadeiras do Otoniel Mota, o antigo Ginásio do Estado de Ribeirão Preto. O jornalista da FOICRUZ esteve comigo para colher informações sobre esta fase de sua vida.

 

Sérgio Arouca, em várias e históricas entrevistas, fez questão de assinalar que levou consigo a herança cultural recebida no Otoniel Mota. Numa delas destaca a sua passagem pelo Parlamento Estudantil, criação do Professor Lourenço, titular da cadeira de Latim.

 

O Professor Lourenço transformou o salão nobre do Ginásio num fórum de debates dos alunos que ali se reuniam aos sábados pela manhã, tal como estivessem num parlamento. O fórum chamava-se Parlamento Estudantil. Consigo lembrar dos nomes de alguns daqueles alunos: Sérgio Arouca, Feres Sabino, Procurador Geral do Estado, João Cunha, Deputado Federal, Rubens Ely de Oliveira e Sidney Aparecido de Oliveira, Juizes de Direito, Laudo Costa, professor de Medicina, Rui Flávio Chúfalo Guião e Fernando de Lima Horta, empresários. Discutíamos os temas debatidos no Congresso Nacional. Um deles, a extensão do voto aos analfabetos.

 

Revelei ainda que, aos quinze anos, mantínhamos uma sociedade secreta que se chamava CAL - Centro dos Amigos da Literatura. Cada um com uma cadeira e um patrono. O meu era Machado de Assis, do Arouca era Mário de Andrade e do Rubinho era Álvares de Azevedo.

 

Lembro-me da nossa passagem pelo Ginásio com um grande orgulho dos meus contemporâneos. Guardo uma desmedida admiração pelo Prof. Lourenço. E registro esses acontecimentos com confessada e incontida emoção.

 

____________________

 

 

 

 

 

* Advogado, professor da UNESP e Procurador de Justiça de São Paulo, aposentado

 

 

 

 

 

 

_________________

Atualizado em: 19/5/2004 12:05

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

É Autor Migalhas? Faça seu login aqui

AUTORES MIGALHAS

Suzan Raphaellen Franche

Migalheira desde 2020

Roberto Armelin

Migalheiro desde 2002

Guilherme Veiga Chaves

Migalheiro desde 2019

Karina Nunes Fritz

Migalheira desde 2018

Gabriel Cosme de Azevedo

Migalheiro desde 2019

Erika Gisele Lotz

Migalheira desde 2018

Andrew Laface Labatut

Migalheiro desde 2012

Savio Chalita

Migalheiro desde 2018

Publicidade