quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Queiroz

Registramos com muito pesar falecimento a 18-03-2008 de Joaquim Augusto de Queiroz.

quarta-feira, 26 de março de 2008


Queiroz

Gustavo Miguez de Mello*

Registramos com muito pesar falecimento a 18/3/2008 de Joaquim Augusto de Queiroz.

Trata-se de advogado com características bastante peculiares: extrema precisão, concisão e objetividade sobre questões jurídicas de grande relevância. Comportamento pessoal e profissional rigorosamente ético. E, contudo, era um homem simples e mesmo retraído, muito modesto, e ao mesmo tempo alegre, um grande contador de estórias. Dedicou-se primeiramente ao Direito Tributário, depois ao Direito de Seguros e ao Direito Societário. Chefiou durante muitos anos a Superintendência Jurídica do Grupo Sul América, foi procurador do DER/RJ e do IPERJ e prestou muitos serviços a Comissão de Assuntos Jurídicos da FENASEG.

Seu pai, Ministro J.J. Queiroz, foi um grande magistrado, Ministro do antigo Tribunal Federal de Recursos.

Ainda na plenitude de sua capacitação profissional, exerceu o direito de aposentar-se e dedicou-se à religião católica, à família, especialmente aos netos, um dos quais, Rodrigo, que está estudando Direito.

De alguma forma aplica-se a Queiroz o que San Tiago Dantas disse em Figuras do Direito do grande Lacerda de Almeida: "por mim, quero ver nela apenas o sentido ascensional, que presidiu, até a morte, aquela vida, toda feita de harmonia interior e de submissão à ordem suprema das coisas. À medida que os anos passavam, a sua meditação - a mais concentrada e poderosa entre os juristas do seu tempo - se ia retirando das questões técnicas para se aplicar às de princípio e de fim. Tendo começado por problemas práticos de direito; tendo depois dado o melhor de suas forças aos direitos reais e pessoais, e procurando colocar sobre bases dogmáticas a ciência do nosso direito civil; tendo depois subido aos problemas da natureza da norma jurídica e das relações entre a Igreja e o Estado, reservou ele, para os últimos dias da sua existência, apenas a meditação, através do sumo poeta, sobre a vida futura e sobre Deus."

_________________

*Advogado em Direito Constitucional e sócio do escritório Miguez de Mello Advogados.

_______________

Atualizado em: 25/3/2008 09:30

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

AUTORES MIGALHAS VIP

Paulo Henrique Cremoneze

Paulo Henrique Cremoneze

Informativo Migalheiro desde 2019
Carolina Amorim

Carolina Amorim

Informativo Migalheira desde 2020
Valmir Pontes Filho

Valmir Pontes Filho

Informativo Migalheiro desde 2004
Carlos Barbosa

Carlos Barbosa

Informativo Migalheiro desde 2019
Murillo de Aragão

Murillo de Aragão

Informativo Migalheiro desde 2018
Italo Bondezan Bordoni

Italo Bondezan Bordoni

Informativo Migalheiro desde 2019
Gabriela Araujo Sandroni

Gabriela Araujo Sandroni

Informativo Migalheira desde 2020
Agnaldo Bastos

Agnaldo Bastos

Informativo Migalheiro desde 2018
Rogério Pires da Silva

Rogério Pires da Silva

Informativo Migalheiro desde 2005
Ivan Esteves Barbosa

Ivan Esteves Barbosa

Informativo Migalheiro desde 2020

Publicidade