segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

MIGALHAS DE PESO

Publicidade

Mineiros aguardam aprovação da Câmara federal para criação de TRF

A Lei 10.772, de 21 de novembro 2003, criou 183 Varas Federais destinadas precipuamente à interiorização da Justiça Federal de Primeiro Grau e à implantação dos Juizados Especiais no País: 59 na 1ª Região (AC, AM, AP, BA, GO, MA, MG, MT, PA, PI, RO, RR, TO e DF), 27 na 2ª Região (RJ e ES), 28 na 3ª Região (SP e MS); 36 na 4ª Região (RS, SC e PR) e 33 na 5ª Região (CE, PA, PE, RN e SE).

sexta-feira, 25 de abril de 2008


Mineiros aguardam aprovação da Câmara federal para criação de TRF

Stanley Martins Frasão*

A Lei 10.772, de 21 de novembro 2003, criou 183 Varas Federais destinadas precipuamente à interiorização da Justiça Federal de Primeiro Grau e à implantação dos Juizados Especiais no País: 59 na 1ª região (AC, AM, AP, BA, GO, MA, MG, MT, PA, PI, RO, RR, TO e DF), 27 na 2ª região (RJ e ES), 28 na 3ª região (SP e MS); 36 na 4ª região (RS, SC e PR) e 33 na 5ª região (CE, PA, PE, RN e SE). Somente em MG, que pertence à 1ª região, foram criadas e instaladas as seguintes varas: 3 em Belo Horizonte, 2 em Divinópolis, 2 em Governador Valadares, 1 em Ipatinga, 1 em Lavras, 1 em Montes Claros, 1 em Passos, 1 em Patos de Minas, 1 em Pouso Alegre, 1 em São João Del Rey, 1 em São Sebastião do Paraíso, 1 em Sete Lagoas e 1 em Varginha. O PL-5829/2005, que tramita na Câmara dos Deputados, dispõe, ainda, sobre a criação de mais 400 Varas Federais destinadas também à interiorização da Justiça Federal de primeiro grau e à implantação dos Juizados Especiais Federais no País.

Enquanto isso, a Proposta originária de Emenda à Constituição nº. 29, de 2001, atual PEC 544/2002, tendo como primeiro signatário o então Senador Arlindo Porto, acresce os parágrafos 11 e 12 ao art. 27 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias - ADCT:

§11. São criados, ainda, os seguintes Tribunais Regionais Federais: o da 6ª região, com sede em Curitiba, Estado do Paraná, e jurisdição nos Estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul; o da 7ª região, com sede em Belo Horizonte, Estado de Minas Gerais, e jurisdição no Estado de Minas Gerais; o da 8ª região, com sede em Salvador, Estado da Bahia, e jurisdição nos Estados da Bahia e Sergipe; e o da 9ª região, com sede em Manaus, Estado do Amazonas, e jurisdição nos Estados do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima. § 12. Os Tribunais, a que se refere o § 11, deverão ser instalados no prazo de 6 (seis) meses, a contar da promulgação desta Emenda Constitucional, observado, quanto à sua composição, o estabelecido nos incisos I e II do art. 107 da Constituição Federal (NR).

Para se ter uma idéia do que a criação e instalação de apenas o TRF-MG representará para os cidadãos não só mineiros, mas dos outros 13 estados que integram a 1ª Região, porque haverá uma redução considerável de processos a cargo do TRF-1ª. Região, examinando-se um micro exemplo, o Relatório de Atividades de 2005 do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, onde todos os processos dos aludidos estados são julgados em grau de recurso, o Quadro 94, p. 169, Petições diversas recebidas nas Seções Judiciais" retrata que de um total de 19.998, 11.908 são recursos e petições oriundas de MG, 59,54%.

As reclamadas e sonhadas celeridade e economia processuais estariam mais perto da realidade, afinal, 27 Desembargadores integram o TRF-1ª Região para um universo de 811.098 (59,54% de MG = 482.927) processos distribuídos contra 642.957 (59,54% de MG = 382.816) julgados, gerando um déficit de 168.141 (59,54% de MG = 100.111) processos pendentes de julgamento, conforme informações obtidas no site do Conselho da Justiça Federal, no período de 1995 ao 1º Semestre de 2006. Minas Gerais e os demais Estados já citados, incluindo o DF, precisam, urgentemente, da criação e instalação dos Tribunais Regionais Federais da 6ª, 7ª, 8ª e 9ª Regiões.

Em relação à movimentação processual do TRF/1ª região, de 1995 até 2007, foram distribuídos 1.046.045 processos, sendo julgados 856.350, emergindo um novo déficit de 189.695, ou seja, mais 21.554 sem julgamento. O prejuízo aos jurisdicionados é crescente, isso sem contar o ônus de deslocamentos de advogados à Brasília!

Segundo o site da Câmara dos Deputados a última movimentação da aludida PEC se deu em 19.11.2003, quando houve a retirada de pauta da mesma a requerimento do Deputado Devanir Ribeiro PT/SP. Assim, enviei e-mail ao nobre Deputado, recebendo no dia 4 p.p. a seguinte resposta:

"Respondendo ao seu e-mail datado de 28.3.2008, referente à PEC 00544/2002, temos o seguinte a considerar: 01.

O meu requerimento somente existiu devido a um acordo com o Líder do Governo para que pudesse ser cotadas as MPs que estavam trancando a pauta da Câmara dos Deputados. E eu, como Vice-Líder do PT na ocasião, tive que fazer tal solicitação. 02. Quanto a dar novamente andamento na referida PEC, o mesmo pedido deve ser pedido para o Líder do Governo ou mesmo ao Presidente da Câmara dos Deputados, que tem poderes para tal. Atenciosamente. Dep. Devanir Ribeiro PT/SP."

Enviei e-mail ao Dep. Arlindo Chinaglia, presidente da Câmara dos Deputados, no mesmo dia 4 de abril, sem resposta até a presente data.

A Ordem dos Advogados do Brasil - Seção MG, a Associação dos Juízes Federais - AJUFE, a Associação dos Juízes Federais em Minas Gerais - AJFEMG, a Associação Mineira de Municípios - AMM, entidades civis estaduais e federais, apóiam integralmente a criação do TRF mineiro. Enfim, a população dos 13 estados e do DF que integram o TRF da 1ª região estão aguardando a imediata inclusão da PEC em pauta e o voto favorável dos Senhores Deputados Federais. Isso é de patente interesse público.

__________________

*Consultor externo do Prêmio Innovare. Conselheiro Seccional da OAB/MG. Advogado do escritório Homero Costa Advogados









______________

Atualizado em: 24/4/2008 15:10

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca

AUTORES MIGALHAS VIP

Allan de Oliveira Kuwer

Allan de Oliveira Kuwer

Migalheiro desde 2020
Luana Tavares

Luana Tavares

Migalheira desde 2021
Renato da Fonseca Janon

Renato da Fonseca Janon

Migalheiro desde 2017
Carla Domenico

Carla Domenico

Migalheira desde 2011
Thiago Boaventura

Thiago Boaventura

Migalheiro desde 2017
Gabriela Araujo Sandroni

Gabriela Araujo Sandroni

Migalheira desde 2020
Selma Ferreira Lemes

Selma Ferreira Lemes

Migalheira desde 2005
Flávia Pereira Ribeiro

Flávia Pereira Ribeiro

Migalheira desde 2019
Márcio Aguiar

Márcio Aguiar

Migalheiro desde 2020

Publicidade