Encerrado


Operações de Arrendamento Mercantil (Leasing)

  • Data: 24/5
  • Horário: 18h30 às 22h30
  • Local: SP

Objetivo

Analisar as normas contábeis que tratam de arrendamento mercantil sob a óptica do BRGAAP, IFRS e USGAAP, objetivando esclarecer dúvidas sobre aspectos contábeis e tributários (Tratamento no FCONT), aspectos polêmicos e que requerem atenção ao lidar com os procedimentos envolvidos.

Público-alvo

Contadores, advogado, consultores da área contábil e tributária, analistas de mercado, contábeis, controllers e demais interessados na área.

Programa

Aspectos contábeis

  • Introdução
  • Conceito de arrendamento mercantil, arrendador e arrendatário.
  • Conceito de arrendamento financeiro e operacional – diferenças entre ambos.
  • A importância da definição de “controle” e “geração de benefício econômico” para entendimento da norma.
  • Encargos Financeiros do Contrato:
  • Identificando a melhor taxa de desconto e cálculo do TIR do contrato.
  • Apropriação dos encargos financeiros no resultado.
  • Reconhecimento inicial: valor presente das contraprestações x valor justo – custo benefício de gerar essas informações.
  • Contabilização no arrendador e arrendatário.
  • Mensuração posterior: depreciação e teste de recuperabilidade.
  • Entendendo o projeto de mudança da norma do Leasing: •· Quais são as mudanças e sua relação com a essência sob forma da transação, ao propor a extinção da leasing operacional
  • Qual o impacto nas empresas nos índices de análise das Demonstrações Contábeis, como endividamento e ativo não circulante.
  • Como essas mudanças poderão afetar o valor da empresa.
  • A definição de controle, geração de benefício econômico e endividamento estão sendo atendidas.
  • Como seria essa contabilização.
  • Cálculo do Imposto de Renda Diferido sobre essas transações, como reconhecer e contabilizar sua realização.
  • Impactos em dividendos e juros sob capital próprio.
  • Tratamento no CPC-PME e para USGAAP

Aspectos tributários

  • Como fazer a escrituração no FCONT
  • Cruzamentos importantes no FCONT, DIPJ, e-LALUR e Sped Contábil.
  • Quais os controles necessários e como avaliar o custo benefício desses controles.
  • Empresas que já contabilizavam seus contratos pelas regras atuais da norma, mesmo antes da vigência da 11.638/07, poderiam seus procedimentos contábeis como ajuste de RTT e ter que escriturar o FCONT.
  • Qual a visão do imposto de renda para empresas que não estão escriturando o FCONT com relação ao leasing, poderia ser considerado ser considerado pró-fisco ou estariam incorrendo em erro no cumprimento da obrigação acessório de escrituração do FCONT e e-LALUR?

Carga horária

4 horas

Realização

  • Eduk Brasil

_______________

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES

TELEFONE

(11) 3266-2878

ou

4004-0435 (ramal 3554)

ou

ivani@edukbrasil.com.br

ou

Clique aqui

Publicado terça-feira, 24 de abril de 2012