sábado, 24 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Iraque

de 27/2/2005 a 5/3/2005

"A propósito de "4 - Iraque - Um juiz que estava trabalhando no julgamento de Saddam Hussein e um filho seu foram mortos por pistoleiros hoje em Bagdá." (Migalhas 1.118 – 2/3/05) Pergunto: Se fosse o caso dos EUA terem invadido o Brasil no tempo dos militares... ou agora no tempo do Lula... ou a qualquer tempo, a qualquer propósito, será que os brasileiros gostariam de que quem matasse colaboradores fosse chamado de pistoleiros? Lembro que os franceses, durante a 2ª Guerra Mundial fartaram-se de matar alemães e "colaboradores", bem como de explodir pontes etc. Esses terroristas foram agraciados com medalhas, aposentadorias e todo o tipo de vantagens. São conhecidos como tendo participado da "Resistência". São heróis de guerra. Será que há diferença???"

Maria Beatriz Werneck - 3/3/2005

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram