segunda-feira, 26 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Crimes

de 6/3/2005 a 12/3/2005

"No ano passado, por ocasião do assassinato cometido pelo promotor Thales, todos nós acompanhamos um acalorado debate nesse poderoso rotativo em que muitos sustentavam que a juventude do promotor era um dos principais motivos para o crime. Alguns, inclusive, chegavam a confessar que sentiam-se "arrepiados" ao confrontar advogados recém formados atuando no Ministério Público ou na magistratura. Recentemente, porém, tivemos o caso do juiz cearense, próximo do jubilamento, que matou um segurança de supermercado pelas costas por motivos fúteis. Passada uma semana do ocorrido, vasculhei o site de Migalhas e não encontrei qualquer manifestação dos leitores a respeito desse ato bárbaro. O que teria ocorrido? Não quero acreditar que isso revela algum tipo de preconceito dos doutos migalheiros para com os colegas mais jovens, mas é isso que parece, à primeira vista. Importante salientar que não estou a defender o promotor ou quem quer que seja, pois todos os delitos devem ser devidamente apurados e punidos. Pretendo apenas suscitar uma pontinha de reflexão, pois é por causa de preconceitos como esses que milhões de seres humanos já morreram injustamente, e também é por preconceitos como esses que a justiça já errou em inúmeras oportunidades."

André Souto - 8/3/2005

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram