sexta-feira, 23 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Caso Isabella

de 14/3/2010 a 20/3/2010

"Aproxima-se o julgamento do casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá. No artigo "A morte de Isabella" (Migalhas 1.901 – 21/5/08 – "Caso Isabella – Espiritismo" – clique aqui), fiz a seguinte previsão: 'Diante disso, quando Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá forem a júri popular, acusados pela morte da garota Isabella, uma de três hipóteses irá ocorrer. A primeira é que, embora inocentes, sejam condenados, com base nos indícios, a uma longa pena de prisão e a justiça humana terá cometido mais um erro judiciário. Na segunda alternativa, tomados pela dúvida, os jurados absolverão os dois e eles, posto que culpados, ficarão impunes diante da lei dos homens. Por último, na terceira e mais provável hipótese, ambos serão condenados porque realmente foram os autores do crime em questão.' O deslinde da questão poderá ser outro?"

Eliseu Mota Júnior - promotor de Justiça aposentado - 18/3/2010

"Data, datissima venia! A ocorrência das três hipóteses não ocorre em todo o julgamento no âmbito do DP?"

Alexandre de Macedo Marques - 18/3/2010

"Há uma quarta possibilidade. Diante de prova(s) incontestável(veis), que serão finalmente divulgada(s), os dois serão condenados à pena máxima possível, no mínimo."

Conrado de Paulo - 18/3/2010

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram