segunda-feira, 26 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Maior número de processos

de 14/3/2010 a 20/3/2010

"Creio eu que o CNJ está alinhadíssimo com seus objetivos (Migalhas 2.348 - 18/3/10 - "?????" - clique aqui). É sim, função dele fomentar ações de demonstrem à sociedade a situação real do Judiciário, nela incluídos, os maiores "clientes" por assim dizer. O CNJ tornou-se a tal ponto imprescindível para a sociedade brasileira em tão pouco tempo, que não consigo sequer imaginar em continuar a exercer a profissão de advogado, se ele vier a extinto ou podado, isso porque, até muito pouco tempo atrás, o Judiciário era um Poder sobre o qual a sociedade não tinha qualquer controle, e nós advogados éticos, é bom frisar, éramos, ao mesmo vítimas e responsáveis perante o cliente por essa demora. Lembro-me, inclusive, da oposição ferrenha que as Associações de Magistrados fizeram à sua criação (vendo os resultados atuais do Meta 2 dá até para entender porque é que eles eram contrários à criação). Enfim, o CNJ tem o meu total apoio como cidadão e advogado."

Francisco de Assis Belgo - escritório Belgo Advogados - 18/3/2010

"Caros, sobre a matéria intitulada "?????", é relevante lembrar que a quantidade de processos em si, tanto de uma empresa particular quanto de uma empresa privada, não quer dizer absolutamente nada (Migalhas 2.348 - 18/3/10 - clique aqui). Uma determinada quantidade de processos de empresa pequena pode ser muito mais significativo do que algumas vezes esta mesma quantidade de uma empresa grande. Seria interessante que o CNJ, dirigisse a sua atenção aos governos que não pagam os Precatórios de seus credores.  Isto sim seria verdadeiramente importante!"

Walter Cunha Monacci - advogado em SP - 19/3/2010

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram