domingo, 25 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Células-tronco

de 6/3/2005 a 12/3/2005

"Lamentável, para dizer o menos, se porventura restar confirmada a notícia de que o Procurador-Geral da República irá questionar a constitucionalidade da recente legislação sobre a pesquisa em células-tronco. Até quando a Procuradoria-Geral da República irá insistir em patrocinar os interesses "lunáticos" da Igreja Católica, à revelia da separação entre Estado e Igreja, na contramão da Carta da República que reconhece em nosso país uma nação laica? Não bastasse a polêmica e questionável postura da PGR sobre a interrupção seletiva da gravidez em casos de anencefalia, será que mais uma vez o Exmo. Procurador-Geral da República irá deixar a batina tisnar o brilho da beca?"

Márcio Soares Berclaz - 9/3/2005

"Parabenizo a brilhante Dra. Márcia Melaré, pela matéria sobre células-tronco (clique aqui). A discussão que se formou em torno do assunto é meramente política, pois os blastocistos, que pretendem uns conservar indefinidamente "in vitro" jamais chegarão a se transformar em "pessoas", pois já foram descartados pelas únicas pessoas que poderiam utilizá-los, ou seja, os futuros pais."

Rachelina Santangelo - RCS Editora - 9/3/2005

"Muito apropriado e correto o artigo da Dra. Márcia Regina (clique aqui). É interessante observar que todos aqueles que condenam o direito de se desenvolver pesquisas com embriões descartáveis, existentes em laboratórios, fingem desconhecer que o destino desses embriões é a lata de lixo! Ignoram que, através das pesquisas proporcionadas pela existência desses embriões os mesmos terão um destino nobre de salvar vidas humanas. Daqueles que condenam as pesquisas, diria Cristo: "Perdoai-os Senhor, eles não sabem o que fazem". Parabéns à Dra. Márcia Regina pelo artigo."

Regina C. S. Caldas - 11/3/2005

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram