sábado, 24 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Elixir da juventude

de 28/3/2010 a 3/4/2010

"Você chega a uma idade que lhe sugere já tenha visto de tudo na vida, especialmente no que diz com sua especialidade profissional (Migalhas 2.356 - 30/3/10 - "Elixir da juventude, defiro" - clique aqui). Aí vem uma novidade dessas, digna de uma liminar do CNJ. Simplesmente incrível."

Adauto Suannes - 31/3/2010

"Se fosse com Zé Preá?
Cadeia pro salafrário!

Mas cuma é pra um juiz

Veio a ordem pro notário

Pra século sem fim amém.

O que um Corregedor tem

Assim de extraordinário?"

Zé Preá - 31/3/2010

"Não vejo nada de mais

No rejuvenescimento

Pois eu nunca me contento

Em não ser mais um rapaz

Com meu envelhecimento

Já me canso com bem pouco

Penso até que fiquei louco

Troco maio por dezembro

De que ano nem me lembro

Sete e seis prá menos troco

Final 'enta' é meu sufoco

Vivo só no esquecimento."

Ontõe Gago - Ipu/CE - 1/4/2010

"Além do judiciário na matéria, a reflexão a esta, a data com o gancho do pensmento de Rui Barbosa nesta data de 1º de abril, remeteram-me a um passado não muito distante

O Pensamento e a data de 1º de abril (ontem e hoje)

O pensamento em destaque veio a calhar.

Para quem passou pelos anos dourados.

Para quem viveu a revolução de 64,

para quem enfrentou o movimento hippy...

quem foi ao Woodstok e não tomou banho...

quem sentava em uma mesa de bar e solucionava os problemas do Brasil,

quem pegaria, ou pegou em armas para fazer uma revolução,

quem marchou com Deus pela Pátria,

quem não fumou um 'baseado', mas,

pegou em armas e jurou defender a Pátria...

Quem ouviu aquele que, da Tribuna da Câmara dos deputados

conclamando as donzelas a não se casassem com cadetes!

Quem ouviu em seguida sair o AI5

Esta praga pegou... casei-me 5 vezes e não pretendo chegar a 9, tal qual Vinicius de Morais, porque, não chego a ser poeta.

Só de ver as coisas como andam, tenho vontade de deixar o cabelo crescer

fazer um monte de tatuagem, colocar alguns piercings, colete de couro,

subir em um triciclo de 1200 cilindrada, com um LULU, capacete e colete de couro,

sair para correr por este Pais afora que o maior espetáculo da terra,

Acreditar em Deus e nesta tal Lei da inércia pela qual o Brasil anda sem a ajuda de ninguém

melhor do que ouvir certas colocações políticas,

sempre adaptadas para justificar o injustificável!

Valeu por tudo o pensamento colocado em Migalhas de hoje e meus 64 anos. Parabéns Migalhas e para mim também!"

Plinio Bastos Arruda - 3/4/2010

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram