sábado, 24 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Penhora on line

de 20/3/2005 a 26/3/2005

"Amigos migalheiros, por mais que se encontrem justificativas para a defesa da penhora on line, nada pode superar preceitos constitucionais, infelizmente amplamente relativizados no Brasil. Convido-os para uma leitura dos contrapontos (1) (clique aqui) e contrapontos (2) (clique aqui)  para que se perceba  o caminho obscuro do Direito do Estado, em contraponto ao Estado de Direito, pelo qual o Brasil trilha. A penhora on line é a relativização da propriedade, do sigilo bancário, do bom senso e mais um elemento que se agrega à construção do Estado Matrix, centralizado e altamente controlador. O que não se consegue visualizar, infelizmente, é que a imposição do Estado sobre as forças vivas e produtivas da Nação serão eliminadas pelo Estado, cuja conseqüência é a própria quebra pela falência geral, chegando então, ao igualitarismo no qual, todos ficam iguais...por baixo. O Brasil ultimamente tem brincado com fogo... Saudações preocupadas,"

Thomas Korontai - 21/3/2005

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram