terça-feira, 20 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Estrategista

de 20/3/2005 a 26/3/2005

"Desculpem-me, mas não resisto ao impulso de partilhar, com a fera e intimorata classe dos migalheiros, este trecho da coluna da Dora Kramer, no Estadão de 23/3:

"O estrategista da degenerescência, o chefe da Casa Civil, José Dirceu, conseguiu imprimir o seu modelo de cartilha: todo o mundo tem seu preço, com o poder compra-se qualquer um, aos resistentes basta impor a pecha de golpistas e, de um modo geral, conquista-se a reverência fazendo cara de mau e constrangendo o adversário com meia dúzia de gritos bem engendrados junto a um esquema de comunicação sempre disposto a anunciar a sua iminente volta à condição de rei sol". "Estrategista da degenerescência."

O retrato está perfeito. E essa turma pertence ao mesmo desvario ideológico do pessoal que liquidou os Romanoff. Zé Preá, vai que é tua!"

Alexandre de Macedo Marques - 24/3/2005

"Prezado Dr. Alexandre Marques, "estrategista da degenerescência" é um desmantelo tão grande que não cabe num verso, mesmo assim esse 1/5 de 1/3 da metade de um poeta, fez o que pôde:

Quem a paca cara compra
Paca cara pagará
Disse Aderaldo do Crato
E poeta melhor não há
Zé Dirceu, parda eminência
Pai da degenerescência
Rei da roleta e paxá."

Zé Preá - 24/3/2005

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram