sexta-feira, 23 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Pré-sal

de 13/6/2010 a 19/6/2010

"Existe uma palavra em português que define aqueles que usam uma palavra e depois a desmentem: antifrase! Diz o migalheiro Eduardo Augusto de Campos Pires que Lula é apedeuta, que quer dizer ignorante. Que ignorância é essa que destrói todos os adversários e, pelo visto, irá continuar a destruí-los com a eleição de sua candidata? Aliás, o missivista diz que ele é um craque, logo pratica a antifrase, embora pareça-me que queria praticar a paráfrase. Sua atitude, outrossim, não me atingiu, porque não sou lulista, só um velho observador de 84 anos que vem observando que Lula sai impune de todas as maldições que querem lhe pregar e, embora não seja um letrado, como muitos o atacam, mas, obviamente, é mais inteligente. Atenciosamente,"

Olavo Príncipe Credidio – OAB/SP 56.299 - 14/6/2010

"O migalheiro e professor Olavo Príncipe Credidio tem toda a razão: aqui em Migalhas, ninguém sabe o que significam as palavras, antífrase e paráfrase! Com elas ou sem elas, o senhor Lula continua um brilhante apedeuta e ilusionista que chegou lá, tanto é que consegue enganar inclusive ao professor Olavo. O apedeuta sai impune sempre, pois o povo brasileiro, hoje, sofre de dislexia."

Eduardo Augusto de Campos Pires - 15/6/2010

"O sr. Eduardo engana-se. Lula jamais me enganou, tanto que nunca votei para ele. Hoje não voto para ninguém. Nenhum político me engana. Eu só analiso os fatos e, quer queiram quer não, Lula leva vantagem. Não se desesperem. Quiçá, um dia o brasileiro analisará os políticos e muitos deles (a maioria) irão para o ostracismo. Político, para mim, virou símbolo de vagabundagem e safadeza. São formados, mas não vivem da profissão. Engenheiros, médicos, advogados etc. vivem de mamatas. Deveriam não ser remunerados. Quanto à dislexia, até o judiciário e advogados sofrem dela, grande parte. Em meu livro A Justiça Não só Tarda... Mas Também Falha, explicito logo! Atenciosamente,"

Olavo Príncipe Credidio – OAB/SP 56.299 - 16/6/2010

"O que fazer quando alguém resolve ter como medida das coisas o tão brasileiro e macunaímico 'dar-se bem'? O Lula com todas as torpezas e limitações de uma esperta ignorância e, principalmente, de um perfil irresponsavelmente megalomaníaco e aético, inegavelmente é um sucesso populista. Agora, lamentável a recusa e os motivos que levam alguém a não externar juizos éticos sobre a lambança comandada pelo Lula da Silva no País da Bruzundangas (evoé, Lima Barreto)."

Alexandre de Macedo Marques - 17/6/2010

"Parabéns ao sr. Olavo quando reconhece que todo político é vagabundo e safado e que Lula leva vantagem sobre todos... Bem vindo ao nosso clube!"

Eduardo Augusto de Campos Pires - 17/6/2010

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram