domingo, 25 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Tamanduá

de 11/7/2010 a 17/7/2010

"O 'encantador de formigas' (Migalhas 2.427 - 13/7/10 - "Colônio de cupim" - clique aqui). A crônica dos 'cupins' me fez lembrar um conhecido, que me recebendo em visita num pequeno hotel que administrava na nossa querida e abençoada serra gaúcha, me levou ao jardim e mostrando-me os estragos nos canteiros -provocado por formigas, acho que são prima-irmãs dos cupins -me contou, na maior sem-cerimônia: tentei de tudo,  desde venenos químicos, água quente, até que, um certo dia, cheguei perto do trilho, onde as minhas 'hóspedes' indesejadas 'trabalhavam', e com toda delicadeza e convicção conversei com o grupo: olhem! se vocês não se mudarem daqui, vou vir amanhã com fogo, vou partir para a ignorância, será na base do remédio amargo, ou num comparativo pobre,  a nossa mosca branca, ação rescisória, e, pasmem, terminada essa advertência, no dia seguinte, o grupo inverteu o trilho e começou a bater em retirada para o lote vizinho. Tomei mais um mate, aceitei no máximo um convite para um café colonial, e na companhia de um vinhote honesto, pela parceria, e para não perder o amigo/conhecido, enguli. Cordiais saudações!"

Cleanto Farina Weidlich - Carazinho/RS - 13/7/2010

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram