quinta-feira, 22 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Gramatigalhas

de 11/7/2010 a 17/7/2010

"Um site de notícias estampou a seguinte manchete: 'Evo Morales é afastado de suas atividades graças a infecção estomacal.' Está correto o uso do 'graças a' neste caso?"

René José Zambon - diretor de secretaria da 1ª vara do trabalho de Piracicaba/SP - 12/7/2010

"Dúvida sobre duas questões do TRF Instituição FCC. 1)Parágrafo de um texto: Também 'inspirou' grandes pintores, como o renascentista Hieronymus Bosch, autor de Jardim do Éden. O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que 'inspirou' está na frase: a) que o homem moderno surgiu numa região; b) que hoje se situa na fronteira entre Angola e Namíbia; c) que hoje habitam os quatro cantos do mundo; d) A explicação é simples; e) que todos os africanos descendem de catorze populações. Gabarito: letra C. 2) Transposição da voz passiva: O estudo foi festejado como peça-chave para a compreensão da origem da humanidade... O verbo que admite transposição para a voz passiva, como no exemplo acima, está na frase: a) Nem sempre é possível chegar a respostas sobre questões importantes para o esclarecimento da origem da fala humana; b) As descobertas de fósseis no continente europeu contribuíram para o esclarecimento das migrações de populações africanas primitivas; c) Resultados práticos de pesquisas dependem muitas vezes do acaso ou, até mesmo, da própria sorte de um pesquisador; d) O mapeamento genético resultante de pesquisas recentes levará a ciência a descobrir a cura de inúmeras doenças; e) Algumas doenças características de populações africanas parecem ter explicação nos estudos de seus genes. Gabarito: letra D. Muito obrigada."

Patricia Giacomassi - 13/7/2010

"Gostaria de saber se é correto utilizar pronome de tratamento a órgãos ou entidades, ou se devemos utilizá-los apenas quando for dirigido à pessoa. Ex.: 'Esperamos contar com o apoio desta Ilma. Federação'. Obrigada!"

Rosemeire Faichel - advogada da Pernambucanas

Nota da redação – o informativo Migalhas 1.036, de 27/10/04, trouxe o verbete "Pronome de tratamento" na seção Gramatigalhas.Clique aqui para conferir.

Rosemeire Faichel - advogada da Pernambucanas - 13/7/2010

"O novo acordo ortográfico estabele que se usa hífen quando o prefixo termina em vogal e a palavra que segue se inicial com vogal idêntica: 'arqui-inimigo'. Contudo, 'reescrever' não usa o hífen, conforme o VOLP. Por que essa diferença?"

George Escolástico Bezerra Júnior - servidor público federal - Justiça - 14/7/2010

"Caro professor, desde os bancos da faculdade sempre ouvi as palavras a seguir serem assim pronunciadas e grafadas: 'clitóris', 'projétil', 'necrópsia'. Atualmente ouço a pronúncia, principalmente dos peritos como: 'clítoris', 'projetíl' e 'necropsía'. Qual forma é a correta? Obrigado."

Paulo Trevisani - 14/7/2010

"Há alguma diferença no uso de 'dessarte' e 'destarte'? Poderia usar a regra aplicável no caso de 'esse' e 'este'?"

Luiz Bispo da Silva Neto - 15/7/2010

"Bom dia, migalheiros. A Globo News, em programa veiculado anteontem, repercutiu a decisão do governo suíço em não extraditar para os EUA o cineasta Roman Polanski, acusado de manter relações sexuais com uma adolescente de 13 anos. Em caracteres abaixo de imagens,  mencionou-se que o crime já estaria 'prescrevido'. Estaria o verbo conjugado corretamente? Não seria 'prescrito'? Obrigado."

Paulo Afonso Lopes - 15/7/2010

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram