terça-feira, 20 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Pirataria Divina

de 17/4/2005 a 23/4/2005

"Estão em estudo, pela Administração da Basílica Nacional de Aparecida, as medidas para impedir as versões piratas da nova coroa de Nossa Senhora Aparecida, especialmente confeccionada para o centenário de coroação da Santa, no ano passado. O Santuário Nacional, detentor da patente (Desenho Industrial) tem uma única fábrica autorizada a fabricar e vender as réplicas da coroa, que custam R$ 60,00 a grande, R$ 10,00 a média e R$ 7,50 a pequena. As contrafeitas são vendidas, respectivamente, por R$ 35,00, R$ 8,50 e R$ 6,50. Sem os poderes da Santa Inquisição, por certo o caminho terá de ser perante o Judiciário, com as medidas judiciais de Busca e Apreensão etc."

Wilson Silveira - escritório Newton Silveira, Wilson Silveira e Associados - Advogados e CRUZEIRO/NEWMARC Patentes e Marcas Ltda - 18/4/2005

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram