terça-feira, 20 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Artigo - A Lei da Ficha Limpa: um avanço institucional?

de 19/9/2010 a 25/9/2010

"Concordo com o nobre colega Murilo Melo Vale (Migalhas 2.476 - 22/9/10 - "Limpa ou suja ?" - clique aqui). Minha expectativa relativa ao julgamento envolvendo à denominada 'Lei da Ficha Limpa', é de que a Suprema Corte exerça sua competência de maneira imaculada, ou seja, atendo-se ao papel de verdadeira guardia da Carta da República. Nada de julgamento político. Não importa quem seja afetado ou não pelos reflexos do julgamento. O Poder Judiciário, não pode se deixar afetar por clamor público. Nada deve temer, a não ser a fuga de seu valioso 'mister'. A decisão a ser proferida pela Suprema Corte, deve ser exemplar, sem deixar nenhum aspecto sem apreciação, e límpida, pura, sem envolvimento com emoções que não são permitidas aos membros da Corte Maior."

Alzira Ewerton - 23/9/2010

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram