terça-feira, 20 de outubro de 2020

ISSN 1983-392X

Honorários advocatícios

de 29/5/2005 a 4/6/2005

"Detectei, na nota do Migalhas "Honorários (Migalhas 1.177 - 31/5/05) e versando sobre a controvertida figura do Jorge Kajuru, o odor "faisandé" do famigerado "espírito corporativo". Acho que a figura excelsa  do "Director", sua postura impoluta, seu caráter sem jaça não permitiriam que a nobre classe dos advogados se alinhasse  com a "máfia de branco" ou as hordas de políticos que ocupam o Estado Brasileiro na fuga à responsabilidade. Os advogados erram, sim senhor. Em grande parte por ignorância, em boa parte por preguiça, em menor parte  por deslizes éticos. Quem estiver interessado pode verificar os dados do Tribunal de Ética da OAB-SP. A figura do Kajuru não está em discussão. Mas, sim, o princípio que se pode perder uma causa. Nunca um prazo."

Alexandre de Macedo Marques - 31/5/2005

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram